Pedido

Se necessário por mail (guinote3@gmail.com) ou mensagem privada no fbook, etc, gostaria que me fossem dados exemplos de escolas/agrupamentos com reuniões presenciais marcadas e qual a fundamentação dada. Não o peço em comentário, porque isso pode ser problemático. Já tenho conhecimento de um punhado, com fundamentações tão “boas” como aquela que o Arlindo publicou, mas gostava de ter uma noção sobre se a coisa é residual (como me foi garantido por quem tem mais contactos do que eu) ou mais do que isso.

‘Brigados.

11 thoughts on “Pedido

  1. Ora aqui está uma boa ideia.
    Na minha escola o Sr. Diretor ainda tentou a sua sorte, mas com a pancada que levou na cabeça lá passou para o Teams.
    Vou saber também através dos meus contactos.

    Gostar

  2. Já recebi várias respostas e há quase um “padrão” na justificação de presenciais (tenha ou não a opção vencido); os professores que acham que assim é “melhor”, mais “solidárias” [sic].

    Isto é idiota. É que nem seria necessário vídeo-conferência no primeiro período, mas enfim…

    Gostar

    1. “Mais solidárias”. É mesmo como o Paulo costuma dizer “fosga-se”. Há colegas com mais de 2% dos genes do Neandertal, só pode.
      Sobre as reuniões eu ainda vou mais longe, deveriam todas passar para videoconferência, mesmo depois da pandemia. Não foi o Governo que sepultou o conselho de turma de avaliação enquanto ato pedagógico? Foi. As portarias que regulamentam o DL 55 assim o dizem: artigo 34.º (Secundário) n.º 3 — O funcionamento dos conselhos de turma obedece ao previsto no Código do Procedimento Administrativo.
      As reuniões por videoconferência são mais céleres, mais sucintas, mais cómodas, mais disciplinadas, mais profícuas, mais sustentáveis em termos ambientais, mais…

      Gostar

    2. Na minha escola houve professores que queriam presencial alegando que não tinham computador nem net. A direcção disponibiliza salas de aula e computadores para essas almas. Reuniões todas online!

      Gostar

  3. Viva Paulo,

    Já divulguei publicamente no Arlindo e aqui também:

    Agrupamento de Escolas de Agualva Mira Sintra.

    Justificação: Basicamente, que eu saiba, nenhuma! Foi enviado email aos professores (após divulgação do calendário) pelo Senhor Diretor Luís Henriques apenas para confirmar que seriam presenciais todas as reuniões intercalares que se pudessem marcar até às 19h. Depois das 19h, decorreriam online. Sem qualquer justificação no email. E assim aconteceu! Sei, todavia, que diversos colegas do Agrupamento consideram que não há grande problema e que as reuniões deveriam mesmo ser presenciais, afinal a vida continua e a reunião presencial tem outro “punch”! 🙂
    Entretanto, as reuniões de avaliação final do 1º período serão todas online! Não sei qual foi o motivo da alteração de conduta, mas talvez porque a situação foi denunciada, houve uma intervenção concreta do S.TO.P., junto da escola, da DGS e do ME, e seria complicado, neste momento, insistir nessa situação!

    Gostar

  4. Boa noite Paulo.
    Na H. Capelo Palmela, as reuniões serão por MEET. Mas tivemos um problema todo o ano: as Assessorias nas aulas de MAT foram com o docente assessor a estar na sala de aula do titular a tirar dúvidas junto a 26, 28 a mais alunos. onde o professor titular está na secretaria.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.