Domingo

Manhã soalheira e propícia a tentar ignorar papeladas inúteis e rotinas que fazem os delírios de quem gosta de andar em círculos e avançar sempre até ao mesmo ponto de irrelevância.

Ficam algumas sugestões para ocupar o tempo de forma menos estéril, em tempos de uma espécie de confinamento.

Em primeiro lugar, nos 200 anos da Revolução Liberal, um livro sobre dois ideais que continuam por cumprir, que me chegou por mão amiga e familiar da autora.

A seguir, acabado de ler, um dos livros mais originais que li nos últimos tempos, [parece que em breve] com tradução portuguesa, vencedor do National Book Award, seguido de outro, também premiado, mas com o Booker deste ano, ainda por começar. Chineses na América e Escoceses em tempos de Thatcher, respectivamente.

A seguir, a continuação de duas excelentes séries de banda desenhada:

A por fim, uma amostra dos vestígios de uma colecção que agora anda a renascer por aí, mas longe deste títulos, na altura de autores muito alternativos, com capas deliciosas.

4 thoughts on “Domingo

  1. Todas as escolas deveriam ser obrigadas a escrever este objetivo nos seus Projetos Educativos: “ignorar papeladas inúteis e rotinas que fazem os delírios de quem gosta de andar em círculos e avançar sempre até ao mesmo ponto de irrelevância”.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.