O Preço Da Estupidez

Não, não é “o preço de sermos humanos”, se isso tem como consequência a morte de centenas de pessoas ao fim de duas semanas. Hoje ultrapassou-se o valor de óbitos que os “especialistas” de manhã apontavam para daqui a uns dias e irão repetir-se números similares, correspondendo aos dias acima de 7.000 contágios. A argumentação de Daniel Oliveira, um dos pitonisos do regime a quem só faltaria oxigenar a cabeleira (se não estivesse mais calvo que eu) para ser o herdeiro legítimo da colega Clara, é humilde apenas na aparência porque se justifica com a vontade de uma alegada “maioria das pessoas” (argumento que já não aceita se votarem em Cavaco ou Passos Coelho outro alguém que lhe cause desafeição). Considerar que “o preço de sermos humanos” se mede em centenas de vidas, depois de sabermos que era esse o risco, não pode ser varrido para debaixo da alcatifa com o que nem chega a ser bem um mea culpa.

Esta argumentação apenas demonstra a validade das “leis” de Cipolla sobre a estupidez humana. E reparem que, em numa leitura mais rigorosa, poderíamos considerar certas atitudes como “maldade” e não “estupidez”.

A probabilidade de uma certa pessoa ser estúpida é independente de qualquer outra característica desta mesma pessoa. (2ª lei)

Uma pessoa estúpida é uma pessoa que causa um dano a uma outra pessoa ou grupo de pessoas, sem, ao mesmo tempo, obter qualquer vantagem para si ou até mesmo sofrendo uma perda. (3ª lei)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.