Falácias – 1

Uma das conversas que anda por aí acerca de faseamentos e desconfinamento é que este deveria ser feito por “regiões” ou mesmo por “concelhos”. O que pode parecer lógico à superfície, mas que não aguenta uma análise ligeiramente mais cuidadosa do que a de cronistas apressados ou algumas cabeças falantes que por aí pululam em programas de “opinião”.

Vejamos o caso da Educação: o concelho A tem um risco “moderado”, mas está rodeado de outros com risco elevado ou muito elevado (quem consultar o mapa de risco para hoje, pode verificar que, por exemplo, o Alvito tem risco moderado, mas Ferreira do Alentejo, ao lado, tem muito elevado; ou que Moura tem risco moderado, mas está entalada por concelhos com níveis de risco mais elevados . Desconfinam Alvito e Moura, mas os vizinhos nem por isso? Ninguém entra e sai para os outros, mas as escolas abrem (como os restaurantes, os barbeiros, etc)? E os professores que não vivem nesse concelho, mas sim nos de risco muito elevado? Deslocam-se na boa e vão tomar o seu cafézinho sem chatices? Porreiro. E no caso do Secundário em que há alunos que para frequentarem certas opções precisam de andar entre concelhos? Ahhh… desconfinamos só os pequenititos e isso nem se coloca. Então e as educadoras (e educadores, mas são poucos), desconfinam, independentemente do concelho de residência não ser o de trabalho?

Desconfinar por “concelhos” em algumas zonas é um equívoco. E vai criar situações de desnecessário conflito e, mais importante, de risco. E lá vem a mensagem ambígua e propícia aos abusos costumeiros. Por zonas, quando um punhado de concelhos atingiu um nível moderado, ainda se entende. Agora andar a fazer tracejados pelo país, só ajuda a confusão.

3 thoughts on “Falácias – 1

  1. #TrabalhoNemEmCasa

    Na RR19 (desta semana), para o 110 -1º ciclo “fugiram” quase metade (!!) dos horários temporários – leia-se baixas médicas.
    Se o panorama é este mesmo teclando em casa, como será quando (re)abrirem as escola daquele nível de ensino?

    A dona Rosa, velha e rabugenta regente escolar, anda desapontada com os seus correligionários e, fazendo contas de cabeça , pergunta : ” senhor ministro das Finanças, é p`ra isto que pago a décima?”

    Gostar

  2. E abrir o 2 ciclo 3 não abrir os outros?
    E abrir o 3 ciclo e deixar o secundário em casa?
    Sao propostas de alguém que conhece as escolas portuguesas por dentro? Meu Deus.
    Expliquem-me como se dá 20 aulas por videoconferência em simultâneo nas escolas portuguesas?
    Os profs de um ciclo, são-o de um outro…

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.