“Descriminações”

Todos cometemos erros e eu sou daqueles que escreve muito depressa, publica e só depois vai rever (ou alguém me avisa que a dislexia digital atacou em força). Mas quando se trata de documentos oficiais (mesmo que não assinados), com origem no Ministério da Educação, a coisa fica um bocadinho mais feia, até por causa da responsabilidade acrescida da coisa. Neste caso, seria bom que a pessoa responsável da DSTSI, até porque apresenta um mestrado em Ciências da Educação, com especialização em Informática Educacional e se diz que “exerceu diversos cargos em escolas básicas e secundárias, a par da atividade letiva: diretor de turma, diretor de curso, orientador de estágios curriculares, coordenador TIC, coordenador de diversos projetos curriculares e de complemento curricular” (a impressão digital ficou no documento), soubesse usar pelo menos um corrector ortográfico.

Eu não uso, porque escrevo com AO para a escola, sem AO para o resto e com outras grafias quando transcrevo documentos coevos. Mas ficaria bem que não enviassem coisas neste estado para todas as escolas do país. Não se trata de nenhum policiamento ou fundamentalismo da ortografia. É apenas porque quem em poucos anos subiu tantos degraus na hierarquia TIC do ME, deixando para trás pouco mais de meia dúzia de anos de docência, poderia mostrar-nos como se faz mais do que explicar logins.

Acontece? Claro que acontece, mas… fica mal.

23 thoughts on ““Descriminações”

  1. É assim cu planu do discunfinamentu vai ter datas isdescrimenadas.
    Uatafack tuu!
    Mexilhonzitu (aquele que dá pelu nome de cidadão e rebola quandu o dueno xama) será ainda mais responsabilizadu. Afinal ó cidadão pur que fostess a votuus para esculher puliticus?
    O costa já levou a bacina pur issu já tem o chip. Repararam nu ulhar maquiavélicu que ele tinha nu dia em que anunssiou o anuncunciú du planú?! Prinsipalmento u ulhardu olhu direitu, que é aquele que fica du bossu ladu esquerdu.
    Revejam as imagens!
    Ele já tá mesmu cu diabu du grnde planu nu corpu!
    É ele e u Gaitas! Gates, Gates

    Liked by 1 person

      1. …mas parece que também é um dos nomeados em regime de substituição… para mais tarde garantir o tacho…

        Gostar

  2. Entretanto… já chegou:

    “Lamentavelmente, o documento ontem enviado pelos nossos serviços continha duas imprecisões: um erro ortográfico e um de erro de formatação referente à numeração das páginas.
    Remetemos, após correções, nova versão do documento. De forma a facilitar a sua propagação…”Em nome da equipa, apresentamos as nossas desculpas.”

    Gostar

    1. Errata : onde se lê “… facilitar a sua propagação”, deve ler-se ” … facilitar o contágio”
      Tempos de pandemia … e de pandemónio.

      Gostar

      1. Descriminado – “absolvido do crime imputado” .

        Logo, não há erro nenhum, caramba! Significa que ” o despacho abaixo descriminado” foi criminoso e agora deixou de o ser, sabe-se lá como.

        Com a Joaquina passou-se um caso algo parecido: ” na passada semana uns chaparros roubaram-me duas galinhas ; o cabo da Guarda prendeu-os, soprou-lhes que cometeram um crime e levou-os a tribunal ; atão nã é que o juiz os descriminou, mandando-os em paz ?!

        O Nora, que percebe de leis, atalhou : O sr. dr. juiz descriminou-os para não os discriminar ! Atão se os que roubam bancos são descriminados e agora estes desgraçados iam p`rá cadeia por causa de duas galinhas? Isso seria uma discriminação, porra!

        Gostar

  3. Se os professores não tivessem reparado, nem se davam ao trabalho de emendar.
    É assim que a coisa rola. Descredibilizam os docentes, colocam como acólitos alguns diretores muito chegados ao Chega e depois queixam-se do perigo em que se encontra a democracia!
    Os primeiros a desrespeitá-la e a descredibilizá-la são eles mesmos com as suas práticas e insuficiência de primos para tapar todos os buracos que abrem, ou quando dizem que a culpa é do cidadão e nos momentos difíceis atiram para ele o poder que este lhes conferiu.

    Gostar

  4. Desculpem, mas hoje sinto-me um pouco mais atoleimado do que é costume, mas escreveram mesmo isto “De forma a facilitar a sua propagação?” (propagação do documento???) ou foi liberdade poética do Paulo Guinote?

    Gostar

  5. Contudo bem reveladores da categoria dos acólitos, cuja proveniência não sendo familiar será certamente da escola do facilitismo que meticulosamente criaram ao descredibilizar os docentes e a arranjar tachos e tachinhos.

    Gostar

  6. É muito triste! Pelo menos já sabem fazer logins!
    Realmente é um erro ortográfico muito grave para uma pessoa com formação na área de informática. Francamente, não sabe usar corrector ortográfico?
    Ressabiado!

    Gostar

  7. Ós pois inté fiquei camodos coinfusio, caru Henrique!
    Eu ata éra o conssultor urtugrafico do gaju das informaticas do nosso min-estéreo!

    Gostar

  8. Falando a sério, é muito grave o Ministério da Educação, com esta gente cheia de “créditos”, publicar um erro destes!
    É este o exemplo que dão?

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.