Desunião Europeia

A aparente arbitrariedade com que está a ser tratada a eventual (ou efectiva) suspensão da vacina AstraZeneca de país para país, com diferentes critérios etários, numa enorme mistura entre política e ciência demonstra com clareza que a União Europeia é uma ficção que serve para alimentar uma enorme burocracia que dá jeito às cliques políticas mas pouco mais. Quando aperta, é quase toda a gente por si ou, como no Festival da Canção, funcionando em grupos regionais ou de afinidades políticas ou económicas.

Não podemos voltar apenas à CEE?

5ª Feira – Dia 60

Se todo este aparato, com imensa cobertura mediática, se destina a transmitir-nos segurança, há depois estes detalhes que nos deixam a pensar um pouco. Não ajuda nada, passarmos o dia sob um bombardeamento de notícias desconexas sobre os eventuais efeitos da vacina, relatos alarmistas de quem levou a vacina e fez dói-dói (em alguns casos mais do que isso) e uma certa pressão mal disfarçada para que nos vacinemos e não coloquemos questões.