Censos

Recebi a cartinha com os códigos para preencher. Nada de mais para mim, apesar de ser um envelhecido zeco. Mas, ainda hoje, um senhor tentava que nos Correios lhe preenchessem um impresso para receber uma encomenda e… “a empresa não me deixa fazer isso”.

2 thoughts on “Censos

  1. Há muitos anos atrás, quando ainda frequentava a faculdade, trabalhei, durante as férias, em diferentes locais. Um deles foi um centro de saúde, tendo passado pelas suas várias valências. Uma delas era a parte administrativa (marcar consultas e tal). Não era suposto nós preenchermos a papelada dos pacientes, mas fazíamo-lo sempre que nos aparecia alguém com dificuldades em o fazer. Certo dia, apareceu-me uma senhora já idosa que deveria ser analfabeta. Preenchi-lhe a documentação e disse-lhe onde se dirigir a seguir. A mulher abriu a carteira e tirou uma nota de vinte escudos para me dar. Nunca mais me esqueci disto e foi uma lição tão ou mais importante do que as que os meus pais me foram dando previamente.

    Gostar

  2. O censos é uma desilusão! Tanto para analisar e ficamo -nos quase pelo número de pessoas que residem numa habitação! E o lazer? E a saúde? E hábitos de leitura? Nada disso interessa? E o conforto da habitação? ….

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.