Olhem-me Este Cromo!

A apontar o dedo, logo ele, um homem impoluto em matéria de pós-verdade.

Albino Almeida aponta o dedo à “desinformação” nas redes sociais, onde, diz, é possível “mentir sem que haja edição” e sem que os destinatários saibam qual a origem da informação.

O Medina Estava Com Cara De Caso

Na conferência de imprensa. Deu umas explicações aparentemente detalhadas (não sei quantas manifestações, não sei quantos processos, mais aquelas tantas comunicações), mas houve ali umas derrapagens cronológicas que passaram quase despercebidas. Parece que se vai lixar um mexilhão (o responsável pela aplicação do RGPD), a menos que seja apenas rearrumado em qualquer outro lado. E à imagem do SEF, extingue-se um serviço, para criar outro para tratar do mesmo.

Mas, pensando bem, ele deve(ria) estar mais preocupado com o galope dos contágios (será que têm havido festas do Sporting todas as semanas?), porque as verbas do turismo vão começar a faltar para tanta obra de mobilidade e outras coisas assim para o cosmopolita e para agradar às tertúlias dos amigos.

Dúvida Que Pessoas Mal-Intencionadas Poderão Achar Mal-Intencionada

O chamado “trabalho colaborativo” destina-se a propiciar condições para melhorar as aprendizagens dos alunos ou para propiciar condições que justifiquem a melhoria da avaliação de algumas pessoas que exercem a docência na ânsia da excelência?

(parece que à 6ª feira me dá para uma certa acidez… deve ser da dor d’alma de ter de interromper as actividades lectivas e colaborativas no fim de semana)

O Barómetro Do Graxismo

Está em alta. Também podemos falar de lambe-botismo ou, para os mais anglófilos, de rabo/cu-lambismo. Se antes o “sistema” (falo do dos anos 80-90 do século XX e inícios do XXI) o tolerava e havia poucos mecanismos de controlo, agora o novo sistema (ou paradigma?) da gestão escolar promove-o activamente, sendo que isso atinge os próprios e escassos mecanismos de controlo (?). O curioso (ou talvez não) é ver a adesão à mentalidade engraxatorial (olha-me o neologismo!) em quem antes o denunciava a pulmões plenos, mas agora sente que este pode ser o momento de ganhar/recuperar qualquer coisa.

6ª Feira

Por isso, me causa sempre alguma impressão que “equipas” de gente recrutada especialmente para o efeito, com diversos níveis de verificação dos materiais e a responsabilidade de produzir apenas um par de “ferramentas” por ano, cometa erros muito básicos, como contemplar conteúdos que há muitos anos não fazem parte dos conteúdos da disciplina cujas aprendizagens se pretende avaliar ou “aferir”.