Por Acaso…

… dou aulas mesmo ali nos limites entre os concelhos da Moita e do Barreiro (que são os restantes do top 5 dos casos positivos no Continente) e a minha turma de DT já teve de ir para casa, sendo que o mesmo se anda a passar pelas redondezas. Lá vou fazer teste amanhã (apesar de vacinado, foi-me dito que era imperativo), cinco dias depois de ter estado com @ alun@ que testou positivo na 3ª feira. Tudo porque laboratórios e os serviços de saúde locais começaram a ficar submersos em casos positivos, grande parte de alunos e famílias. Enquanto isso, temos uns maduros e umas maduras a largar bitaites de rabo sentado sobre como se deve ser um bom professor, flexibilizar, recuperar e calar.

Estas duas semanas de aulas que ainda aí vêm fazem algum sentido? Talvez para os “especialistas” que vão deliciar-se com a doce ambrósia que verterá da “bazuca” para planos da treta.

9 opiniões sobre “Por Acaso…

  1. O único período do ano em que de bom grado desejo que me mandem de quarentena para casa, só para me livrar da sombra inútil do Iavé… (mas nos agrupamentos sob a sua alçada, nem quer ouvir falar de testagem… credo, cruzes, vade retro!…)

    Gostar

    1. Que dizer daquelas escolas que, após o período lectivo estipulado pelo governo, colocam os professores em aulas, as mesmas que tinham, chamamdo-lhe apoio para os exames?
      Ou seja, anda um professor um ano inteiro a preparar alunos para exame e a responsabiliza-los e a chamar a atenção para necessidade de fazerem um estudo metódico, atempado, recolhido e sistemático ao longo do ano para, no final, os iluminados diretores, instituitem a indisciplina do “vamos ali desenrascar” nas aulas de apoio!
      Essas não são só para dúvidas, os matulões que não ligaram nada ao longo do ano querem repetição de tudo o que foi dado! Imagine-se! Os bons alunos ficam em casa a rever resumos, sínteses e materiais facultados pelo professor e eleborados por eles com ajuda do professor ao longo do ano. E cordeiramente para a perpetuação da cultura portuguesa do desenrasca, lá estão os professores, depois de ter terminado o período lectivo, a dar as aulas que davam em simultâneo com reuniões e uma brutal carga burocrática.
      Como se isso não bastasse, essas iluminadas escolas que perpetuam a cultura portuguesa do remediar o que já não tem remédio, ou do desenrasca na hora, ainda alimentam a cultura do Xico Espertismo e de falta de confiança nos professores corretores porque, depois de saídos os resultados dos exames, colocam baterias de professores ao serviço dos cábulas para fazerem recursos e reapreciações de provas que sistematicamente espelham a bondade de quem as corrigiu!

      Gostar

      1. Isto revela o calibre, o provincianismo, o desrespeito pelo trabalho dos professores e o furanço dos grandes líderes das escolas!

        Gostar

  2. A atitude de tudo ao molho e fé em Deus matou gente, muita gente em Janeiro e Fevereiro.
    A testagem, onde está?
    A aposta na vacinação será o cavalo certo? Ou será o único cavalo?
    Quando se estanca a propagação? Quanto mais se espalha, mais mutações…e respostas a novas vaeiantes?

    Gostar

  3. Republicou isto em Primeiro Ciclo and commented:
    “Estas duas semanas de aulas que ainda aí vêm fazem algum sentido? Talvez para os “especialistas” que vão deliciar-se com a doce ambrósia que verterá da “bazuca” para planos da treta.”

    Gostar

  4. A sério? Obrigam a ficar em casa? Obrigam a fazer teste?
    Pois isto é tudo uma grande anedota.
    Na minha escola, uns vão de quarentena para casa, outros têm de regressar ao serviço e ficar de “vigilância passiva”… Sim, leram bem. Nem sei o que isso significa. Uns são contactados pelo delegado de saúde, outros não. Uns recebem duas prescrições para fazer teste PCR, outros só uma, outros nenhuma.

    Ninguém percebe esta discrepância de critérios. Umas orientações são por escrito, outras são verbalmente.

    Estou muito curioso para ver o que se vai passar nos exames em julho, quando tivermos o pico da 4a vaga. Desconfio que o covid vá de férias ou fique à porta da escola… Querem apostar?

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.