Isto É Que Daria Jeito, Mas…

PARTILHAR EFICIÊNCIA

OBJETIVOS

(em desenvolvimento)

DESCRIÇÃO

(em desenvolvimento)

BENEFÍCIOS E IMPACTOS

(em desenvolvimento)

MEDIDAS

(em desenvolvimento)

PARTILHAR EFICÁCIA

OBJETIVOS

(em desenvolvimento)

DESCRIÇÃO

(em desenvolvimento)

BENEFÍCIOS E IMPACTOS

(em desenvolvimento)

MEDIDAS

(em desenvolvimento)

Nem Sequer É Muito Complexo

No processo de “emagrecimento” do currículo, criam-se novas disciplinas, reduzindo-se o tempo para as “tradicionais”. Perante isso, torna-se mais difícil leccionar os programas que se dizem “longos”, quando o que se passa é que o tempo é “curto”, pois foi fatiado para dar espaço a áreas de lifestyle (um bocado como se em Roma se substituíssem a Lógica ou Retórica no trivium pela Oficina de Togas ou a Arte de Cavalgar Toda a Quadriga).

Fica tudo melhor se designarmos como “transdisciplinares” certas áreas adaptadas ao “contexto local” que assim substituem os saberes “globais” que “carecem de sentido” para certas comunidades educativas, como se o conhecimento científico e cultural da Humanidade, que a Educação deve transmitir às novas gerações, fosse equivalente a práticas vicinais de produção de mantas e galochas para o Inverno (interessante como área extra-curricular, admito, mas nunca como substituto do currículo padrão).

Como se pode ler na página 4 do ROTEIRO Promoção de abordagens curriculares interdisciplinares:

A abordagem transdisciplinar pode concretizar-se através da criação de novas disciplinas que resultam da fusão de parte ou de todas as AE de disciplinas da matriz curricular-base, enriquecidas com outros saberes adequados ao contexto.
A opção de criar uma nova disciplina nestes moldes justifica-se por se considerar que esta articulação curricular se pode constituir como a mais eficiente para trabalhar os temas/domínios selecionados, contribuindo para o desenvolvimento das áreas de competências previstas no PA. A nova disciplina terá documento curricular próprio, elaborado a partir das Aprendizagens Essenciais das disciplinas de origem, e terá avaliação própria.

Entretanto, sendo os programas “longos” definem-se aprendizagens ditas “essenciais” para servirem como base para o ensino, transformando-as depois em regras, revogando-se os programas “longos”. A seguir mistura-se tudo em disciplinas de “interesse local” em que as 3 horas de HGP e 3 horas de Ciências se transformam em 4 ou 5 de “Técnicas Antigas e Modernas da Caça (não letal) aos Gambozinos Listados e Paparucos Pintalgados em Rebordosas de Baixo” e assim se alivia o “stress” dos alunos, investindo-se numa “avaliação formativa” baseada em trabalho experimental desenvolvido em sala de aula ou nas margens do ribeiro, em saída de campo (assim que a pandemia passe).

Como complemento, sugere-se a fusão da Educação Tecnológica com a Educação Visual, mais a Educação Musical e a Educação Física na nova disciplina de “Educação Multinível das Expressões na Caça (não letal) aos Gambozinos Listados e Paparucos Pintalgados em Rebordosas de Baixo”, com carga lectiva semanal de 4 tempos divididos em semestres, o primeiro dedicado aos Gambuzinos e o segundo aos Paparucos. O que permitirá abrir espaço (6 tempos lectivos semanais talvez cheguem) para alargar e aprofundar as competências a desenvolver na disciplina nuclear de Cidadania e Desenvolvimento de acordo com as dimensões do PASEO, numa perspectiva dinâmica das aprendizagens em contexto digital.

O ROTEIRO – Avançar recuperando é claro quando nele se afirma que em especial os alunos com dificuldades devem ter a possibilidade de frequentar “oficinas e/ou estágios com programas que integrem aprendizagens essenciais transdisciplinares não adquiridas, por forma a treinar intencionalmente determinadas competências do Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória”.

Claro que poderão sempre surgir pessoas que questionem como é que poderão existir “aprendizagens transdisciplinares não adquiridas” quando as mesmas já teriam sido definidas para obstar a situações de insucesso, mas isso seria estar a esmiuçar demasiado as coisas e quiçá mesmo a gozar com quem trabalha a sério nestas problemáticas numa perspetiva de #SerSolução.