6ª Feira

Há “unidades orgânicas” em que os procedimentos democráticos estão tão enferrujados que quando tentam reanimar uma aparência do que resta na lei, nem sabem bem como fazer e baralham tudo, com a carroça com os nabos pré-seleccionados ribanceira abaixo, ainda antes de atrelarem os jericos.

7 thoughts on “6ª Feira

  1. Basta a designação de “unidades orgânicas ” para enervar qualquer ser normal.
    Ou serei eu que já não tenho pachorra ?
    Não sei.

    Gostar

      1. O ME a dar-nos “música”

        Segredou-nos a Joaquina que a igreja de Traseiras também tem uma “unidade orgânica” !
        Numa linguagem mais, digamos assim, terra- a- terra, esclarece o eleitorado : ” … é um orgão que o cura comprou para que as missas de Domingo não sejam tão chatas. E a dona Rosa tem cá um jeito para tocar! Dá gosto ouvê-la (sic) !”

        Gostar

  2. Isto é verdade. Há escolas onde as secretarias não dão um passo, por mais simples que seja, sem antes perguntar ao diretor. Como se não existisse lei e o diretor fosse o xerife do farwest!
    Os ditos pistoleiros mores dão-se ao luxo de nem sequer responder a requerimentos escritos dos subalternos. Nem dão deferimento, nem deixam de dar, apesar de a lei prescrever prazos. Por vezes mandam um albardado da secretaria dar um lamiré verbal, mas escrito nem vê- lo!
    Eles fazem o que lhes apetece.
    Este é apenas um meio ao serviço do assédio moral que se faz aos professores. Mostram ostensivamente que quem manda são eles, vincam que se dão ao luxo de responder quando querem, ou de nem sequer responder esfregando no nariz dos professores a arbitrariedade das suas atuações e mostrando-lhes descaradamente que ali a lei são eles.
    A avaliar por este comezinho exemplo se vê que Portugal há muito deixou de ser um estado democrático. Foi um sonho bonito de um dia dos idos de abril, mas que agora serve apenas de pretexto para pagar à
    custa dos portugueses aos arranjadores das festas do regime.

    Gostar

  3. Cada vez estou a encontrar erros mais grosseiros no processo de add. Vem aí nova vaga de reclamações e recursos, motivados por manifesta incompetência ou má-fé de quem se acha com competência para decidir o destino alheio.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.