Deformação Contínua

Deveria existir uma espécie de plafond em certas intervenções de “formador@s” para o uso e abuso dos talking points da propaganda do ministério. Eu percebo que é preciso justificar a mobilidade, a requisição, o destacamento, mas deveria existir um máximo admissível para expressões como “autonomia”, “flexibilidade”, “avaliação formativa”, “estratégia inclusiva”, “perfil do aluno…”, “diferenciação pedagógica”, “transição digital” ou, por exemplo “zona de conforto”. Pessoalmente, parece-me que a zona de conforto é o objectivo maior de quem se pôs na alheta e agora vai às escolas só de visita e a salas de aula só para “observar” ou “investigar”. Por outro lado, parece que agora o orgulho de qualquer currículo é complemehtar um número vago de anos de “exercício docente” com a participação em “projectos europeus”.

Confesso, começo quase a desejar uma formação em atoalhados em geral numa perspectiva de glocalização (é assim mesmo) ou renda de bilros numa abordagem holística e contextual de inclusão social dos idosos ou jovens adultos à espera da primeira ocupação precária.

3 opiniões sobre “Deformação Contínua

  1. Muito bom! Acabo de ler sem deixar de rir a bom rir. Paulo, adoro os seus jogos de palavras, trocadilhos e rendilhados, mesmo! Quanto ao “plafond” de expressões, isso só prova que a Língua Portuguesa continua a ser muita rica, profícua e versátil.

    Gostar

  2. Macramé! Leve lá umas agulhas e comece a fazer tricot durante as sessões…
    Até a disciplina de ‘Trabalhos manuais’ dos anos 80 era mais útil do que estas bodegas.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.