Quem Ousa (Sequer Pensar Em) Levantar O Cabelo Contra O Largo Arco Da Governabilidade, Leva!

Este caso é para se dizer… nem o António das botas.

Por outro lado, já se percebe melhor aquela malta que se organiza em defesa da criação de uma Ordem dos Professores, mas depois limita-se a organizar a sua vidinha.

PSD abstém-se na lei das ordens profissionais e garante aprovação na generalidade

Só Para Gente Com Boa Memória

Não foi uma única vez que escrevi sobre a forma absurda como são replicadas publicações “científicas” (reconheço, mais na áreas das “Ciências Sociais e Humanas”), em diferentes suportes ou línguas, para efeitos de indexação internacional, citações cruzadas e, assim, aumento artificial do aumento da “produção” de que se alimenta a avaliação de docentes e investigadores do Ensino Superior e acesso a bolsas. Tudo o que vou lendo por aí não é, pois, nenhuma novidade e muito menos me causa espanto. Pena é que a coisa esteja a ser analisada na base do epifenómeno folclórico e não de um modo sistemático, porque seria o bom e o bonito.

Claro que há quem ache “normal” e mesmo “legal”. Normal até é capaz de , infelizmente, ser. Legal, idem. Ético? DU-VI-DÊ-Ó-DÓ.