9 opiniões sobre “O Vazio Ao Poder

  1. Retrospectiva do ano de 3021

    O sol já espreitava sobre a linha do horizonte na planície vermelha de Marte. Seguindo as indicações do Supremo Comité para a Preservação, Joachim Zhao Coxa adiava por uma hora a saída da cápsula de sono. Dada a escassez de alimentos, os índices de atividade na estação marciana de Judass XX-2 tinham sido reduzidos ao mínimo indispensável. Se o problema do aquecimento e renovação do ar eram resolvidos pelo sol artificial, uma tecnologia disponibilizada pelos cientistas da República Popular da China do século XXI, a produção de alimentos dependia ainda das importações periódicas de azoto e carbono vindos do planeta mãe. Nos últimos anos a regularidade da chegada dos carregamentos tinha sido quebrada várias vezes e actualmente verificava-se um atraso de mais de dois anos. Alguns consideravam que tal facto se devia à falência da Shalom Musk Corporation, responsável pelos transportes interplanetários. Outros acusavam o Governo Global da Terra de estar a boicotar as estações marcianas por não ter recebido os votos favoráveis dos colonos no último plebiscito. Outros ainda acusavam os colonatos das luas de Júpiter de desviar os recursos necessários às colónias marcianas através de subornos pagos à Shalom Musk.
    Em suma, a situação em Judass XX-2 agravava-se de dia para dia e a base, ainda mal recomposta da epidemia causada por uma bactéria radioactiva que se disseminara através dos corta-unhas que os colonos partilhavam entre si, estava agora numa situação de extrema penúria alimentar.
    Zhao Coxa, durante os anos de formação na Escola de Negociação Interplanetária, descobrira na Spaceweb um arquivo contendo factos avulsos sobre os hábitos dos humanos nas eras anteriores à fusão nuclear. Lembrava-se de uma nota de rodapé onde se mencionava o recurso à antropofagia para resolver o problema de escassez de proteína nalgumas regiões das Ilhas do Pacífico. A ideia ocupava-lhe o pensamento nestes períodos cada vez mais prolongados de confinamento à cápsula de sono e já se desenvolvera até ao ponto de configurar um verdadeiro plano estratégico.
    Civilizações humanas tinham sacrificado, durante milénios, as gerações mais novas em guerras infindáveis. Porém, o decréscimo na natalidade fizera com que as crias humanas se tornassem cada vez mais preciosas. Foi portanto necessário repensar as prioridades no que concernia aos sacrifícios. Nos primórdios do terceiro milénio começou a haver uma clara tendência para abreviar a longevidade dos terrestres que deixavam de fazer parte da força produtiva. Zhao Coxa seguiria agora esse plano para restaurar a esperança de sobrevivência da colónia. E, afinal de contas, a carne mais consistente de um idoso, quando bem confeccionada, vale bem mais que um prato preparado com carnes imaturas. Restava apenas pedir a colaboração do Intercessor para as Divindades Globais. Ele trataria de acomodar nos códigos religiosos as necessárias modificações para que esta prática se tornasse aceitável na comunidade.

    Liked by 2 people

  2. Olá meus queridos! Pois cá estou eu para vos trazer as previsões para 2022. Não olhem para mayas, zandingas e professores umbu tutus…nada valem! oh oh oh.. Eu, a madame FricAssez, num plano holístico desde a numerologia,
    passando pela astrologia, tarôt, ramamu e escologia prevejo um 2022 com a besta, pois 2+0+2+2=6, o número da dita cuja! Preparem-se, se ela não pular para a unesco, ficará besta grelhada dominguita! A taraht continuará a fazer sair as cartas do louco, do carro, do enforcado e da torre, ou seja, na educação tudo continuará doido, sem fio condutor com o professor a puxar o carro sozinho, pois a lógica educativa está invertida pela figura do enforcado. Como se não bastasse, o saber de experiência feito pelo curso da humanidade foi demolido através da torre a desmoroar-se. Sai ainda a carta do demo envenenando todos contra os que querem ensinar. Desenganem-se, pois não há estrela, nem sol, nem a sabedoria da sacerdotisa, o triunfo da imperatriz e muito menos o equilíbrio da temperança. Tudo muito ôco e vazio, sob efeito do demo manipulador e sem mago para fazer milagres. Esses, só mesmo nas notas finais dos alunos que, de acordo com os astros, continuarão sob efeito das luas, com apontamentos de vénus e quadratura de plutónicos mandantes.
    As tábuas, essas dizem-nos que o melhor é arianizar a gestão. Pelo menos que fiquem todos altos, loiros e de olhos azuis. Assim o algodão não engana! oh oh oh…
    Meus queridos ainda vos prevejo muito amor, dinheiro e saúde se optarem por largar as grelhas, mandarem os papéis para a lixeira e a missão para os cornos do sol!
    Portanto, meus queridos, sejam felizes, aproveitem a vida e riam-se, riam-se muito de tudo isto porque eles não sabem que o sal comanda a vida!
    Muitos beijinhos desta que vos quer muito, a Madame FricAssez!

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.