Os Actores Do Costume

Não me levem a mal, mas esqueci-me da última vez em que uns foram a eleições (num dos sites a lista para a última eleição é a do biénio 2014/16) e nem sei se outros têm sequer educandos no ensino não-superior, mas isso agora não interessa nada, certo?

E há quanto tempo não entram numa sala de aula, como professores regulares ou outra coisa, durante mais do que vistas vip?

Pais dizem que “manter esta medida não é muito compreensível face à situação” actual. Dirigentes escolares esperam que levantamento da restrição esteja para breve, uma vez que é um factor “limitador” no processo de aprendizagem.

5ª Feira

O Paulo ainda tem esperanças que, da exposição racional de argumentos, possa resultar uma alteração de políticas ditadas por preconceitos, maus humores, fraca “ciência” e muita demagogia (texto completo, sem exclusivos em cima de contributos graciosos aqui). Eu já entrei em processo de desistência, até porque o tempo se nos vai surgindo como mais precioso à medida que fica mais para trás. Não é desistir das causas, calma, é apenas desistir de esperar algo de gente que, de vários quadrantes, se poderia agremiar em dois opostos vocais, do género Chega de/para Professores, ou Iniciativa para (acabar com) os Professores. Entre a gritaria e a hipocrisia. Do que decorre que acho que deve ganhar o hipócrita que adjective mais alto.

Quanto ao Partido Socialista, esperanças nenhumas. Preferem as “famílias” que os docentes são todos orfãos, celibatários e estéreis.