Obviamente, Descontinuaria

Só falta irem em cortejo á sessão de beija-mão.

Diretores satisfeitos sublinham que novo o ministro conhece bem as escolas

(…) Para o presidente da Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas (ANDAEP), era a opção mais expectável no caso de o ministro Tiago Brandão Rodrigues não ser reconduzido e foi uma notícia, ainda que sem surpresas, positiva.

“Estamos habituados a que, nas escolas, quando muda o Governo muda tudo e a nossa expectativa é que este ministro seja a continuidade do trabalho encetado pelo anterior Ministério”, começou por dizer Filinto Lima em declarações à agência Lusa.

Ku-Lambismo

Pela minha nunca o vi, prometendo eu que desapareço se ele sentir algum dia o apelo por lá passar. Parece que na zona dá mais preferência aos colegas do escutismo e outras beatices. Mas acredito que para outros, fosse sempre um ouvido disponível, desde que não fosse nada de muito complicado ou impopular.

O presidente da associação Nacional de Dirigentes Escolares (ANDE) garante que as escolas nunca tiveram um secretário de Estado “tão próximo”. “Inexcedível. Não deve haver escolas onde não tenha estado nos últimos seis anos. Conhece os agrupamentos como ninguém”, assegura. Manuel Pereira elogia, aliás, toda a proximidade de toda a anterior equipa governativa, alargando o elogio a Tiago Brandão Rodrigues e Inês Ramires. João Costa, insiste, “conhece as necessidades das escolas e dos professores também”.

Desagregação

Por vezes, bastam poucos dias de inacção para que se esboroe um trabalho de muito tempo. Claro que quem não vive o quotidiano dos corredores e aulas de porta aberta tem muita dificuldade em compreender que a celeridade da decisão é essencial para que a moral de uns não desapareça, enquanto aumenta a sensação de impunidade de outros.

5ª Feira

Quanto tempo demorará a conquista definitiva do currículo e da educação básica pelas tendências relativistas anti-científicas e filosofias de ocasião para fazer passar melhor os dias sem dores d’alma?

Só não digo que alastre de igual modo ao secundário, porque ainda há filhos, sobrinho, primos de amigos e conhecidos que querem seguir cursos superiores de elite e é preciso dar-lhes algumas bases, por essenciais que sejam.

Embora, como se vê no debate político, o sofismo tenha ganho definitivamente à substância.