17 opiniões sobre “Os Bastidores De Uma Candidatura

  1. Pela cidade invicta poucos querem assumir o cargo. Numa secundária (sossegada e das poucas que escapou aos megas) ganhou o concurso uma colega que havia sido nomeada pelo ME para presidir à CAP. Do quadro de escola ninguém concorreu.

    Gostar

    1. Infelizmente é bem real!
      As escolas são uma absoluta ditadura e os CG servem apenas para camuflar as fraudes. As eleições do general Delgado foram MUITO mais democráticas.
      Nota: o PR preocupa-se com tudo…, até com uma árvore que foi derrubada pelo vento na Amazónia, menos com a vergonha que se passa nos lugares onde se formam os cidadãos.
      Mas nenhum “escriba” produz uma “linha” sobre esse “descuido”…

      Liked by 2 people

  2. Infelizmente, a democracia não existe nas escolas, os profs e tudo o resto só servem para trabalhar e cumprir ordens….Os CG são apenas uma continuidade da direção, pois muita coisa se cozinha nesses bastidores

    Liked by 1 person

  3. Há cozinhados aqui para todos os gostos…
    Se a candidatura x é plágio umas das outras duas também o é…
    Por mais que queira passar a ideia de transparência acaba por parecer um golpe e não uma partilha do Belo.
    Deveria ter deixado a sua candidatura ir até ao fim sem ziguezagues.
    Há coisas que ficaram por contar…

    Liked by 1 person

    1. Parece que desde o ano anterior não surgem candidatos dignos ao trono e há quem diga que a Rainha mestra se quer manter por mais um ano para festejar o Jubileu (quase como em terras de sua majestade).

      Liked by 1 person

  4. A Escola está cheia de medrosos e merdosos.

    Talvez um dia pudesses abrir um muro das lamentações onde enumerássemos todas as merdas que sucederam este ano. Seria um momento… nem sei que adjetivo escrever.

    Liked by 2 people

  5. Isto é o que se chama uma salganhada… É o baixo nível em todos os parâmetros. Gente que nem para limpar latrinas serve. São culpados os medíocres candidatos assim como todos os outros, coniventes, que votam neles. Já não há vergonha? A escolas têm o que merecem.

    No meu estaminé, a dita cuja é uma conhecida vigarista burlona que tem dívidas e processos na justiça. Onde está a inspeção? Não existe. Só para os maias, flexibilidades e afins. Grande exemplo de cidadania! Ética? Moral? Isso é coisa enciclopédica do tempo da outra senhora.

    Liked by 1 person

  6. Nestas candidaturas ninguém fica bem na fotografia.
    Uma por usar as teclas do copy paste.
    Uma por aceitar a candidatura de outra, ou seja não defender as suas ideias, mas sim assumir as de outrém.
    Finalmente alguém que jogou na sombra achando que se não passasse a pessoa, passavam as ideias.
    Pergunta: Quem assumiu a candidatura da colega iria ser eleita e convidava a “mentora” para assessora? Qual seria a legitimidade da diretora “testa de ferro”?
    Enfim nada edificante.

    Gostar

  7. 1º Todos sabemos que desde há muito tempo as escolas passaram a ser perspetivadas e geridas como se fossem empresas, unidades de produção, estabelecimentos comerciais e afins. As escolas deixaram de ser vistas como agentes de educação e formação das pessoas para as ajudarem e preparem para a vida e para o mundo do trabalho. Tal como nas empresas, o foco é a produção e os objetivos a cumprir, sendo que todas as estratégias devem concorrer para o aumento da produção e a diminuição dos custos (com o pessoal) e a acumulação de lucros e capitais. No caso das escolas, o “lucro” equivale ao aumento dos números de sucesso escolar, ou seja, custe o que custar (e que custos!), os alunos têm de passar de ano! O ME sorri e agradece, o@s diretores@s ficam bem na fotografia, as escolas marcam pontos e ganham créditos e a Europa elogia o PRR para a Educação e envia mais subsídios.
    2º Todos os cargos de poder são sempre cobiçados e muito concorridos. Nessa área não há falta de candidatos, nem que sejam os mesmos e mais alguns! Aliás, deve haver mais candidatos a esses cargos do que professores nas escolas.
    3º O PR, o ME e alguns políticos só falam da escola (o PR pode não falar, mas em espirito apoia os que falam) quando é para bater nos professores, para os humilhar, para os desacreditar e desautorizar, para lhes cortar as pernas e para os congelar!
    4º Não importa o que és e do que és capaz agora, mas do que podes vir a ser e a fazer. Por isso, podes inventar e prometer tudo e mais algumas coisas floreadas e perfumadas (mesmo que sejam plagiadas) e terás um lugar assegurado!
    5º Não te sintas constrangido@ com a inspeção. Se trabalhares o ano inteiro e obrigares…, quero dizer, aconselhares todos a produzir/fabricar números de grande sucesso e coisas muito bem sucedidas/excelentes, não esquecendo os “grelhados” melhor confecionados, uns relatórios feitos á medida, umas fotos, uns vídeos, umas entrevistas com entrevistados cuidadosamente e criteriosamente selecionados, e ainda os recortes do jornal da terra como evidências, isso será tudo quanto basta para mostrares à inspeção e teres uma excelente avaliação (ficam só umas coisitas para melhorar, mas nada de importante).
    6º Finalmente, o processo será mais facilitado se tiveres bons contactos, se fores proposto@ por alguém que vista a tua cor preferida ou se alguém te dever uns favores.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.