Domingo

Vistas as listas da RR5, a minha DT continuará sem Português e Inglês. Talvez venha ter E. Física, mas só saberemos amanhã ou depois. Um dos horários em falta (que acumula Cidadania no 2º semestre), na realidade, será anual, mas as regras do ME obrigam a apresentá-lo como temporário. Claro que o ME lamentará “profundamente” esta situação, certamente causada pelo facto de as pessoas adoecerem, o que carece de “instrumentos de vigilância”, não vá dar-se a irregularidade de, esgotado o tempo legalmente possível de baixa, as pessoas serem obrigadas a regressar á escola. Não acredito que o ministro seja assim tão estúpido, embora não duvide que há pelo ME quem o seja. A alternativa é muito pior do que a estupidez, em especial para quem grita “cidadania” aos sete ventos e bate no peito com “inclusões”.

Será que muita gente já percebeu que aquilo era só polimento para vos enganar? Ou continuam a achar que há milhares de malandros que faltam só porque são piores profissionais do que aquel@s que acumulam horas de projectos e projectinhos, coordenações e coordenaçõezinhas e que ainda aparecem em seminários, encontros e ditas “formações” a auto-elogiar-se em Excelente++ (10,999 na classificaçãoquantitativa), por vezes com a benção dos especialistas que venderam o dito projecto que convém ser de excelência para que o contrato se renove e os subsídios continuem a escorrer?

Em nome do “interesse dos alunos”, como é natural. Sobre isto as peraltas e os conrarias – ou sequer a linhagem “ainda bem” – não escrevem, porque coiso, não tem a ver com as “férias grandes” em casa.

2 opiniões sobre “Domingo

  1. Na região não há um banhista que tenha namorado uma inglesa nas férias grandes e que queira agora ensinar calão inglês na escola?
    E não haverá alguém de jornalismo, daqueles que dão erros ortográficos, e queira ir ensinar português?
    Afinal, não há alunos sem professores, há é idiotas à frente de ministérios (sim, plural).

    Liked by 2 people

  2. Mas mas podemos chegar todos a generais???
    Mas mas o problema não é a doença fingida dos profs?

    ” alerta de professores e sindicatos: sustentabilidade do Ensino Superior está em causa
    Sindicato e docentes alertam para a dificuldade cada vez mais marcante em reter recursos humanos nas universidades e politécnicos. Condições precárias e carreiras estagnadas estão na origem do problema.”

    Liked by 2 people

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.