Quase, Mas Tenho Piorado

É a entropia que me entope a paciência. Porque agora sou selectivo com a paciência e antes era mesmo paciente ao ponto de ser um grande parvo. Não é que agora seja muito esperto. mas ao menos deixei de me calar, em muitas situações, porque para mim “mau ambiente” é ter de lidar de forma hipócrita ou cínica com as pessoas. Bom ambiente é clarificar os ares e não gastar saliva desnecessária em mesuras sem um pingo de sinceridade. E há quem confunda “boa educação” com isso, não percebendo que tantas vezes não passa de falta de carácter.

Researchers have studied how much of our personality is set from childhood, but what you’re like isn’t who you are.

Dúvida, Certamente Parva, Acerca De Umas “Cenas”

Leio gente nas redes sociais a fazer “crítica” de livros, em especial da minha área de prazer culpado que é a banda desenhada (mas não é caso singular, apenas dou mais por este) e raramente acho alguém a dizer menos “muito bom mais” de quase tudo. A dúvida é: pagaram o livro ou receberam como oferta? Dito isto… se é tão bom, porque será que depois aparecem a vender alguns desses livros em leilões da especialidade? Falta de espaço?

Desculpem lá… isto anda-me encaganitado no teclado há meses e se não desencaganitasse esta embirração muito específica não seria a mesma coisa. Até porque assim se conhecem melhor o que são influencers a soldo e o que são críticas para levar a sério.

E quem quiser enfiar o barrete que desamigue à moda das relações de amizade do século XXI.

Finalmente, No JL/Educação

O texto escrito a 30 de Agosto e que só acabou por ser publicado, esta quinzena, à 3ª tentativa, já depois de o ter divulgado aqui pelo blogue. O curioso – ou nem por isso – é que faz tanto sentido agora como há mais de um mês. Ainda mais curioso foi ver, nestas últimas semanas, uma alegre pilhagem do que escrevi em pelo menos duas prosas em outros “meios” que, mais do que inspiração, buscaram a poupança de transpiração. Mas ainda bem, porque o mais importante é que essas ideias se disseminem, certo? 😉

5ª Feira

Lamento, mas sou mais um professor “transpirador”, quiçá devido a ambientes quantas vezes desconfortáveis, em boa parte por falta da adequada climatização neste Verão tardio, mas é o que se consegue arranjar onde a “festa” da “reitora” não chegou.

Na mesma sala, juntam-se “professores super dinâmicos, habituados a estar envolvidos em muitas iniciativas. Vêm buscar alguma inspiração junto dos seus colegas”, continua Mendonça Reis. À organização, diz, cabe “criar um ambiente confortável e saudável” que permite “encontros casuais” e o “cruzamento de ideias de forma mais fluida”.