As AEC

Bom dia,

Venho por este meio expor a seguinte situação  que, ao longo dos tempos, eu, como docente, estou a ser confrontado nas aulas, nas reuniões dos Conselhos de Turmas ou de Departamento:

– Os alunos quando chegam ao quinto ano, no segundo ciclo, têm uma atitude de desvalorização  para com as disciplinas de Educação Visual, Educação Física e de Educação Musical;

– A razão principal para a “secundarização” destas disciplinas por parte dos discentes é por causa das AECs (Atividades de Enriquecimento Curricular), já que essas aulas têm uma função fundamentalmente de carácter lúdico e sendo leccionadas, muitas vezes, por um professor numa situação precária e mal paga (é por isso que durante o ano letivo, os professor das AECs vão sendo vários à mesma turma, devido ao facto de, quando o docente encontra um horário mais favorável e uma escola mais perto da sua residência mude).

-Também há que realçar a importância esmagadora que tem sido dada ao Português e à Matemática no Primeiro Ciclo, nos últimos anos, em detrimento das outras áreas disciplinares.

– Em terceiro lugar, a falta de condições físicas (destaco o caso da Educação Física, que é um drama leccionar nos dias de chuva), em muitas escolas do primeiro Ciclo e a falta de material de apoio.

Cumprimentos,
Alberto Miranda
(Professor do grupo 240).

É da Aproximação e da Autonomia

Dá em sacos azulados. Ou de outras cores, conforme.

Discrepâncias no recrutamento continuam, com algumas câmaras a pagarem menos 25% do que as escolas pelo serviço. Ministério da Educação estuda regulamentação do sistema.

Estudam a regulamentação? Mas o que há exactamente para estudar? Qual a margem de lucro para os “empregadores autárquicos”? A lei é dos ditosos tempos da agora santa (para muitos) MLR? E depois?

Não seria mais simples existir uma tabela clara para as remunerações, em vez do ad hoc e à hora?Money