Confiar Na Justiça? Tem Dias…

Conselho Superior da Magistratura descartou aposentação compulsiva de Vaz das Neves, cenário que chegou a estar em cima da mesa. Magistrado irá recorrer da decisão, o mesmo devendo suceder com o seu sucessor, Orlando Nascimento.

Agora Já Quase Ninguém O Conhece

Levaram anos nas televisões e jornais a elogiar-lhe a obra, pois nada como ter deputados, (ex) governantes, autarcas e mesmo juízes ou futuros czares das comemorações de Abril como comentadores desportivos. Outros a pedir-lhe bilhetes e lugares vip. Pelos vistos, confirma-se que a nossa elite política é dos grupo mais mal informados da população.

Olhem-me Este Cromo!

A apontar o dedo, logo ele, um homem impoluto em matéria de pós-verdade.

Albino Almeida aponta o dedo à “desinformação” nas redes sociais, onde, diz, é possível “mentir sem que haja edição” e sem que os destinatários saibam qual a origem da informação.

Erro Lamentável Ou Procedimento Totalmente Habitual?

Alguém mente e percebe-se claramente quem é. Porque se era procedimento comum em 2019, não se pode agora dizer que é um erro lamentável ou atirar culpas para uma lei de 1974 descoberta a preceito. Isto cheira tanto a “ranço” que até enjoa.

“Não podia ter acontecido”. Fernando Medina pede desculpa por “erro lamentável” da Câmara de Lisboa

Perante o protesto e o pedido de esclarecimento dos ativistas, o gabinete de Fernando Medina explicou que “avisar as embaixadas dos países” era um “procedimento totalmente habitual” e apresentou ainda outros exemplos.

Claro Que Não! Como As Rosas, Eles Aparecem-lhe No Regaço!

Pedro Adão e Silva explicou que vai suspender o vínculo ao ISCTE para se dedicar a tempo inteiro às tarefas de comissário executivo das comemorações dos 50 anos do 25 de Abril. E revelou que já não é militante do PS

(e também vai prescindir das avenças mediáticas?)

Agora Já Querem Mudar…

a “matriz de risco”, porque estará desactualizada. Atendendo que os casos estão a aumentar com menos testagem, a “desactualização” da dita matriz seria maior há uma semanas e ninguém a mudou. Só que agora se trata de Lisboa e quem se mete com o turismo do Medina, já sabe que leva.

A norte, Rui Moreira também parece alinhar no “já vale tudo”, desde que os cámones tragam dinheiro e façam compras.

Assim, não haverá imunidade de grupo que aguente.

Israel/Gaza

Agora que acertaram numa torre de apartamentos onde havia instalações da Al Jazeera e da Associated Press, talvez se faça alguma coisa de útil.

Por cá, tive uma daqueles azares dos távoras. Ia em zapping quando, ao passar pela RTP 3, apanhei a doutora Raquel a dizer com o ar muito compenetrado de quem vai revelar uma grande Verdade que é muito complicado falar do tema de Israel e que ia fazer um statement.

Naquele programa em que – desculpem-me a franqueza – não há ninguém que se aproveite e ainda se aprende menos do que no Eixo do Mal (o Luís Pedro Nunes ainda tem uns lampejos, de quando em vez).

Deu-me logo uma irrevogável agonia intestinal.