É Mau Em Todo O Lado…

… onde se pretenda debater ideias (e que não sejam sempre as mesmas) sem ser com a hipocrisia militante na nossa vida política. Mas tem custos, porque agora o que vence é o simulacro de convicções, mais do que as ditas ou então, como li algures, há pessoas a quem incomoda o “confronto directo”.

Self-censorship on Campus Is Bad for Science

Amid heightened tensions on college campuses, well-established scientific ideas are suddenly meeting with stiff political resistance.

censura-linea-editorial

Uma História Muito Educativa Sobre Democracia Local

A Anabela Magalhães foi fazendo os prints e conta a história na totalidade, pelo que apenas irei aqui fazer um par de reparos sobre a conduta do presidente da câmara de Mesão Frio (vou excluir uns episódios enquanto provedor da Misericórdia e automobilista, que escapam a esta matéria) numa certa “rede social”, autarca que se diz professor, lamentando as “asneiras” que vê escritas e prestando-se a mostrar os seus parcos rendimentos por comparação com a classe docente.

Tudo começou com esta publicação no mural do senhor doutor presidente professor, que ele deixou pública, o que ele escreveu estava público, pois só assim foi possível a alguns de nós darmos pela coisa.

Plesidente

Atente-se agora no detalhe do recibo que ele apresenta e que corresponde ao salário base de um PCM de um município em que o número de eleitores (neste caso abaixo de 4000), faz com que recebam 40% do salário do PR. Gostaria de referir que apaguei elementos que o próprio tinha deixado visíveis, como morada, nº adse, de conta, etc.

Plesidente1_LI

Perante isto fui consultar a tabela de remunerações dos autarcas (Remunerações Autarcas) e confirmei que o senhor presidente da Câmara truncara o recibo omitindo os quase 900 euros e assinalei-lhe isso num comentário. Ou seja que ocultara cerca de 25% do que recebe efectivamente. Entre outros equívocos no que foi escrevendo.

Apagou-me o comentário. E agora bloqueou-me. 

Perante isso, eu, a Anabela e mais colegas começámos a comentar de novo e colocámos lá os dados efectivos sobre o rendimento do senhor doutor presidente professor:

SalarioAutarcas

A conversa alongou-se de forma pouco favorável ao senhor autarca, que também tem a sorte de achar que com 32 anos de serviço vai já para o 9º ou 10º escalão.

Perante a questão do “não haver dinheiro”, chamei a atenção para dois contratos já do presente ano (este e este) da CMMF no valor combinado de quase 100.000 euros, um deles (66.5000 euros) para “Aquisição de Serviços com Disponibilização de Material de Suporte para Ministrar Ações de Capacitação para o Projeto – Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar de Mesão Frio.” e o outro para “Fornecimento e Instalação de Material Informático para o Projeto – Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar de Mesão Frio.”

E desapareci de lá porque já perdera meia hora do meu tempo com o assunto e porque me avisaram que ele acabaria por apagar tudo. Como efectivamente apagou. Ora, se não queria verdadeira transparência, porque carga de água decidiu fazer um publicação com dados truncados e colocá-la pública? Acha que não há professores por lá que conhecem a realidade e sabem enviar uma mensagem a contar-nos o episódio?

E é a esta gente que querem entregar a gestão das escolas (no caso dele, parece que fica tudo em família) por ser uma “democracia de proximidade”?

Phosga-se!

Censura Póstuma

Encerrei o Umbigo há mais de 4 anos. De quando em vez vou lá apagar spam. Hoje, por causa de uma troca de comentários acerca de escolas abandonadas, fui em busca de uma série de posts de meados de 2010 sobre “Memória de Escolas Passadas” para colocar numa resposta (série de posts que começou com este, continuando com outros como esteeste, este ou este). E não não é que descobri que as fotos de escolas primárias do bom e  velho Umbigo desrespeitam as políticas do Facebook e que alguém teve a pachorra e a cobardia de o ter denunciado como impróprio para consumo. Ó malta, a raiva é assim tanta? Ainda não gastaram a bílis toda?

 

E Lá Fui Bloqueado Outra Vez…

… terá sido por causa do Austin Mário Powers? É melhor ir-me habituando… pelo menos, por enquanto, ainda não conseguem  “entrar” no WordPress. Mas escrevi “ainda”…

Lá pelo Fbook nem imagens me deixam colocar e posso publicar qualquer ligação menos aqui do Quintal que fica só visível para mim. Mas posso colocar um fundo de texto com “poias” desde que sejam lá do sítio. Alguém anda mesmo chateado comigo. Não chegavam aqueles mails com falsas coscuvilhices a ver se eu caía na esparrela?

Censura FB2

Confirma-se!

Há pelo menos dez anos que o professor Paulo Guinote é autor de blogues, dos mais visitados em Portugal, onde publica de forma regular criticas às políticas seguidas pelos governos, sobretudo na área da Educação. A propósito do braço de ferro entre António Costa e os enfermeiros, Guinote publicou há dois dias um texto com críticas ao governo e aos sindicatos e, posteriormente, todos os textos do blogue ficaram bloqueados no Facebook. Isto porque a rede social recebeu denúncias sobre o conteúdo dos textos, que passaram a ser considerados como spam. 

Esta alteração aconteceu depois de o professor ter publicado no seu mais recente blogue “O Meu Quintal” um texto com o título “A Escalada Enfermeiros/Governo” onde considera que o conflito “assumiu uma faceta inédita entre nós nos últimos 40 anos”.

dog-leash-1