Testemunhos Da “Escola Democrática”

Quer-me parecer que a “lei da rolha” vai desaparecendo e não é apenas sobre a violência. Fica aqui o testemunho de um@ colega, que só peca por ser “suave”.

Nesta altura do campeonato, passados vinte anos desde que iniciei esta carreira ainda consigo ficar sem palavras a cada final de período!

Temos as coordenadeiras de serviço a mandar falsificar valores, inventar faltas e/ou presenças de jovens que não aparecem na escola; temos a mansidão nos Conselhos de Turma, a incapacidade de algum dos seus membros se insurgiram contra currículos diferenciados que ninguém percebe, contra bitaites de gabinetes mofados de técnicas que só fazem isso: bitaitam….

As atas, essas então, são verdadeiros romances, cheios de utopias, muito aquém da realidade do quotidiano!

Temos ainda as falsas notas atribuídas, escondidas por medidas enlouquecidas e emanadas por uns decretos inclusivos que, de inclusão, apenas mostram a mentira!

É isto! As escolas parecem a Assembleia da República!!!! Tudo é maravilhoso mas tão aquém da realidade!!!

(identificação enviada pel@ remetente omitida a pedido d@ própri@)

fantastic

Começa A Ser Rotina

Mas o importante pró Tiaguito é fingir que é político e disputar com o Crato os resultados do PISA. Tudo isto é demasiado mau para merecer muitos comentários. É do domínio das “evidências”. Claro que é escusado esperar que o papá Ascens(ç)ão também se pronuncie sobre isto, para lá da balela certificada.

Professora grávida agredida por mãe de aluna dentro da sala de aula

Tristesse

(e se aparecer alguém a exibir estatísticas a dizer que tudo está muito melhor, merece que lhas coloquem com escassa delicadeza em orifício doloroso)