Apenas Uma Ilusão?

A Suécia, cuja estratégia contra a covid-19 tem sido relativamente descontraída, limitou a oito o número de pessoas em reuniões públicas a partir desta terça-feira, a medida mais radical promovida na segunda vaga pelo Governo, agora mais intervencionista.

As restrições de reuniões – uma decisão “sem paralelo em tempos modernos”, segundo o primeiro-ministro social-democrata, Stefan Löfven – segue-se à proibição de venda de álcool a partir das 22h e à ordem de encerramento da hotelaria e discotecas às 22h30, que entraram em vigor na semana passada.

Espanha com novo máximo diário de mortes da segunda vaga

A Espanha registou hoje mais 537 mortes atribuídas à covid-19, um novo máximo diário de óbitos durante a segunda vaga da pandemia, passando o total de mortes para 43.668, segundo números divulgados pelo Ministério da Saúde espanhol.

Reino Unido com mais 608 mortes, o maior aumento desde Maio

Registaram-se mais 608 mortes por covid-19 no Reino Unido, o que representa o maior número diário desde 12 de Maio, quando morreram 614 pessoas infectadas com o novo coronavírus.

Itália regista maior número diário de mortes desde 28 de Março

Itália registou 853 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, o valor diário mais elevado desde 28 de Março (889). No total, o país contabiliza 51.306 óbitos provocados pelo novo coronavírus.

Meta-Análises

A systematic review and meta-analysis of published research data on COVID-19 infection fatality rates

Clinical, laboratory and imaging features of COVID-19: A systematic review and meta-analysis

Predictors of COVID-19 severity: a systematic review and meta-analysis

Há mais, mas só estas já chegam para fazer doer a cabeça.

Pontes Pandémicas

A 30 de Novembro e 7 de Dezembro. Mas com limitações de deslocação. E o actual PM antes até tinha dito o óbvio… algo como “quanto mais nos deslocamos, maior o perigo de contágio”.

Quanto ao mapa do “risco”, seria muito, mas mesmo muito importante, que a incidência de casos fosse segmentada de acordo com a origem dos surtos. Mais detalhes aqui.

Sábado

Da reunião no Infarmed, entre outras informações, ficámos a saber que muitos números que são apresentados para “desenhar” as políticas são uma triste ficção. A verdade é que em 80% ou mais dos casos de contágio, não se sabe a sua origem e mesmo desse só em 60% se consegue estabelecer com algum rigor o “paciente zero” ou algo similar. O que significa que se dizer que 70% dos casos (com origem conhecida e rastreio completo) tem origem aqui ou ali (tem sido usado um valor próximo para os contágios em ambiente familiar), é uma mistificação que esconde o facto de esse valor ser 7-8% de todos os casos “positivos”. O que é muito pouco, pois o rastreio de casos com transmissão familiar é mais fácil de determinar do que o verificado em outros ambientes.

E tudo isso ajuda a explicar que o que aparece na boca de políticos, como o actual PM ou o PR, seja tão desconforme ao que se observa no dia a dia. E ao que estudos internacionais feitos com outro tipo de amostras (na quantidade e qualidade) demonstram.

Porque Será Que Isto Não Me Espanta (E Muito Menos Que Os Números Estejam Subavaliados)?

Basta olhar à volta e falar com as pessoas, phosga-se!

Casos de covid-19 entre crianças até aos nove anos sobem 66%. DGS diz que há 477 surtos em contexto escolar

Maior parte dos focos de contágio está em Lisboa e Vale do Tejo. Secretário de Estado da Saúde divulga novos dados sobre pandemia em contexto escolar, depois de três semanas sem actualização.

A Sério???

Afinal os estudos internacionais feitos com amostras alargadas, que tenho citado por aqui, estarão certos e os “estudos” a que vagamente se referem alguns peralvilhos nacionais são capazes de ser… sei lá… uma treta?

Basta olhar em redor, perto das escolas, para se perceber que é pura e simplesmente impossível acreditar que aquilo é vagamente “seguro”. Claro que os números não iam aumentar na semana a seguir ao reinício das aulas… nem o vírus está debaixo das mesas à espreita de quem entra nas salas.

Pandemia galopante na população com idade escolar

(como é habitual, gente com responsabilidade em erros claros alega que agora não é altura para se estar a perder tempo com isso… e mais tarde dizem, “já passou, já passou”, não adianta voltar a falar nisso…)

Um Bom Exemplo

De transparência na informação para a comunidade educativa. Infelizmente, parece que há muita gente que não pensa assim e acha que “não causar alarme” é sinónimo de ocultar informação relevante.

Situação nas seis escolas do Agrupamento Figueira Mar, no dia 17 de novembro de 2020, dois meses após o início das aulas presenciais