Silva, Porfírio Silva, Um Operacional Entre As Mulheres

RTP3, programa Parlamento. A discutir as retenções ou não retenções.

Sendo professora, esperava algo mais complexo na argumentação da deputada bloquista Alexandra Vieira. Do lado do PCP a renovação da guerra aos “exames”, compreensível em quem defende o igualitarismo indiferenciado. à direita, nada de especialmente novo porque, afinal, toda a gente está de acordo com os princípios e tal. Jã é mais curioso que alinhem com a esquerda na reclamação de “mais meios” quando até há directores a afirmar que deve poupar-se no recurso ao “dinheiro dos contribuintes”.

 

Sei que ele é muito necessário neste tipo de trabalho de sapador, mas começa a ser tempo de lhe darem um gabinete e um motorista na 5 de Outubro.

Haverá Maior Demagogia…

… do que prometer o fim das retenções no Ensino Básico e garantir que isso pode levar a poupar centenas de milhões de euros, pois basta as escolas e os professores trabalharem mais e melhor, dando a entender que só há chumbos porque as escolas trabalham mal e os professores trabalham pouco?

Como demagogos, o António, o Tiago e o João (com bastantes “âncoras” por aí, do Bloco ao PSD, admito) não são muito sofisticados, mas têm uma “narrativa” populista razoavelmente eficaz.

fantastic2

Andas A Fazer As Contas Por Baixo, Mário!

Porque são muito mais de 10.000 os alunos sem aulas em algumas disciplinas desde o início do ano e mesmo muitos mais os que durante estes quase dois meses não tiveram o tempo todo o Conselho de Turma completo. Eu sei que andas pouco pelas escolas, mas podias pedir aos delegados sindicais que recolhessem os dados de proximidade, a começar pelo tipo do spgl que é das minhas redondezas. Já agora, por mim, gostaria de partilhar que a minha DT está sem Geografia e Francês desde o início do ano e nem em contratação de escola há candidatos, pelo já receio o pior. O ano passado, só entre essas duas disciplinas, tiveram de forma intermitente 6 docentes diferentes (3 para cada) e andaram meses e meses sem quatro (4) disciplinas, graças ao sistema estúpido do ME para lidar com atestados de longa duração que se sabe irem passar de um ano lectivo para outro. O Conselho de Turma esteve completo menos de dois meses (Março a Maio), com as férias da Páscoa pelo meio.

Para o ME, 10.000 alunos são amendoins, coisa de 1% do total, um valor residual. Vão mostrar-se muito preocupados e fazer uns malabarismos, mas nada de essencial  Mas são mais. Acredita em mim, porque mentiras entre nós, que me recorde, só as que eu ouvi. Repito: mete quem anda com redução da componente lectiva para trabalho sindical a fazer o levantamento a partir da base e deixa-te da atracção por números redondos, até porque, por muito que grites, já são muito poucos os que te ligam. Enquanto os EE não perceberem que este é um problema em que devem meter as mãos a sério (não falo do pai ascensão, que esse tem outra agenda de prioridades) e meterem o assunto na agenda das televisões nada se resolverá.

Já ninguém te ouve muito, por isso, ao menos, tenta fazer as coisas bem, dentro das tuas imensas capacidades e do que o teu cartão de militante deixar. Não te esqueças que andaste três anos a dar cobertura ao ministro Tiago, quatro ao SE Costa e ainda andas aos elogios à ex-SE Leitão, como se isso te fosse servir de alguma coisa. Ou melhor, como se isso nos fosse servir de alguma coisa, porque no teu caso não arriscas nada.

A culpa não é tua, nem dos sindicatos? Claro que não, mas, por isso mesmo, espera-se que apresentem propostas de solução. Ou dão muito trabalho?

CrisNogas

(e não venhas dizer que a culpa ainda é da troika, ok?)

Say No More

A escolha do deputado Silva, Porfírio de sua graça, para intervir em nome do PS no Parlamento no debate de hoje é daqueles sinais que não enganam. Pisca o olho numa direcção, mas no momento de fazer opções a sério, anda de acordo com os interesses do costume, resumindo-se a residual pretensão rebelde à escolha de uma gravata quase à Matt Preston, mas com ousadia monocromática.

IMG_2155

Afinal, Continua O Ministro, Desculpem, O Secretário

Acabou por manter-se o Grande Flexibilizador ao leme do Ministério, desculpem, da Secretaria de Estado contra as minhas expectativas de final de mandato. Mas, como se foi percebendo pelo arrastar do anúncio da nova equipa, parece que não se encontrava ninguém capaz de levar a Obra até ao fim.

 

 

Afinal Nem De Educação, Nem De Astrologia Política Percebe, Apenas De Pedinchiche

6 de Junho de 2018:

“Espero que, obviamente, já noutra condição, poder estar aqui daqui a dois anos e ver como este edifício tem uma vida nova, por muitas e muitas décadas”, disse Tiago Brandão Rodrigues no final da sua intervenção na apresentação das obras de requalificação da Escola de Dança e Música do Conservatório Nacional.

Depois, deve ter repensado a coisa e percebido que isto de viajar e ter estadias à conta do Orçamento, com motoristas à disposição é toda uma outra dinâmica. E lá pedinchou e lá conseguiu.

METiago