Escudos Humanos

Os dois miúdos têm sido carne para canhão ao serviço do interesse dos adultos, seja do pai na sua estreiteza de vistas, seja do secretário Costa na sua indisfarçável intolerância. Se isto se tivesse passado em disciplinas “menores” como História e estariam mais do que aprovados. Assim, teremos foguetório no quintal dos “tolerantes” com a “diversidade”.

Supremo nega recurso apresentado pelos pais dos alunos chumbados por faltas a Cidadania

Tempos Estranhos

Os defensores da Verdade absoluta a tornarem-se relativistas e os arautos da tolerância a revelarem a maior das intolerâncias.

Quando os tempos ficam difíceis, o verniz estala e percebe-se que há muito poucas verdadeiras diferenças entre as cliques em disputa. Apenas interesses e estratégias divergentes para manter os poderes.

A Sério? Andam A Fumar Material Orgânico Do Bom?

O PAN apresentou uma recomendação ao Governo para que as crianças que ingressam pela primeira vez no ensino Pré-Escolar ou no 1.º ciclo do Ensino Básico possam ser acompanhadas até à sala de aula, em vez de entregues à porta do estabelecimento.

(a mim dá ansiedades é quando ouço certo pessoal do PAN a falar…)

Clandestinidades

A DGS não revela regras a seguir na Festa do Avante. Compreendo. Afinal, há o perigo da malta do chega (ou do pnr) conhecer-lhes os procedimentos na venda das jolas e dos trimoiços.

(fascismo nunca mais! mete uma tarja na tua foto numa rede social e torna-te um anti-fascista instantâneo… se o não fizeres ou criticares a “Festa” és um anti-comunista desde a escola primária)

O Ordenado Mínimo É Que Leva O País À Falência

Sim, eu sei que os problema são os privados que não podem pagar. Fossem todos espertos e fundassem bancos… que o Estado pagaria tudo.

Novo Banco vendeu GNB Vida com desconto de 70% “coberto” por ajuda do Estado

Seguradora foi vendida por 123 milhões a fundos geridos pela Apax. Operação gerou perda de 268,2 milhões, que foi compensada com nova chamada de capital do Fundo de Resolução. Negócio foi fechado com magnata condenado por corrupção nos EUA.

Reparem que na reacção, o Novo Banco parece mais preocupado em limpar a imagem do comprador, do que em justificar a forma como usa os dinheiros públicos para cobrir “descontos”.

E só esse “desconto” é o dobro do dinheiro com que o ministro Tiago enche a boca acerca do investimento em pessoal para as escolas (125 milhões).

buraco-dinheiro-2

Mas Quem É Responsável Por Estas Propostas? (Phosga-se!)

Porque aparecem documentos como este (Propostas gerais intervencao educativa) sem data e assinatura, com propostas de “intervenção educativa para crianças e jovens em situação de vulnerabilidade”? O nome que aparece nas propriedade do documento como autora não nos explica muito.

E porque tem propostas que, se formos bem a ver, vão claramente contra algumas das regras de segurança em relação aos riscos de contágio, para não falar de questões de privacidade ou mesmo de segurança informática?

Entrámos em desvarios? Porque uma coisa é procurar “soluções”, outra é fazer uma espécie de lista de compras.

PropostasEduc

Já agora expliquem estas contas, porque está qualquer coisa a falhar-me. Quem não tem computador, mas tem net em casa é no zingarelho móvel? É isso?

Um em cada cinco alunos não tem computador em casa e 5% das famílias com crianças até aos 15 anos não tem Internet

A Marechala

É engraçado como ainda há quem ache que esta senhora era vagamente sincera naquelas declarações de outrora e não uma mera operacional de interesses que ela não compreendia ao chegar, mas abraçou logo que viu que ainda poderia ter meia vida de carreira pela frente.

Fez-se eleger reitora sem avaliação porque era “burocrática” e lá no exército dela, afinal, chega quase toda a gente a “general” num instante. Basta um contrato à maneira com os ex-colegas de governo.

ISCTE acelera acordo e coloca metade dos professores no topo da carreira

MLR avalia