O Pai Ascenção É Que Me Parece Um Sério Factor De Risco…

… com conversas destas. Pelo que percebo, para esta luminária da parentalidade, “o envolvimento parental” e a “metodologia de ensino” sáo elementos “potenciadores de conflito nas escolas”. O que quer ele dizer com isto? Que prefere o absentismo parental e que a culpa dos “riscos” é da “metodologia” usada nas aulas? A sério? O problema é que esta malta tem as costas bem quentes e dizem barbaridades deste calibre e ainda são conselheiros nacionais da Educação. O que quer ele dizer com vivermos numa “sociedade de risco”? Na Idade Média vivia-se em segurança? A sociedade industrial do século XIX era menos propícia ao “conflito”? Mas o que percebe ele destes assuntos? Santa pachorra para tanta ignorância presumida.

Num país civilizado, como representante dos encarregados de educação, esta triste criatura seria posta a pastar em duas penadas. Mas interesses mais elevados se “alevantam”.

Segundo Jorge Ascenção, «vivemos numa sociedade de risco, portanto a escola hoje é um espelho fidedigno da sociedade e acaba por transparecer esses riscos também». Para o presidente da CONFAP, são vários os elementos potenciadores de conflito nas escolas, nomeadamente, «o envolvimento parental, a metodologia de ensino, as condições escolares e os recursos que a escola tem». Por isso é necessário perceber o que pode ainda ser feito para melhorar o sistema educativo.

Turd

Eu Prefiro As Centenas (De Livros, Por Exemplo)

Quando o líder do maior partido da oposição apresenta como grande “trunfo” também ter “um centeno” para as Finanças percebe-se que não estamos perante alternativas, mas diferenças de tonalidade. Há momentos em que custa a conceber o quão idiota pode ser alguém com tão boa conta de si.

orio

Ainda Sobre O Artigo 79 E Imbecilidades Diversas

Que existe na classe política uma imbecilidade quase “genética” não me espanta em gente de vistas a curto prazo e muito permeável a chavões demagógicos. Já esperaria isso menos – a uma pessoa dizem que a esperança só morre a caminho do caixão – de gente que é noca cronologicamente e se acha “nova” ou mais nova do que os “velhos”.

Vem isto a toque de cajado da forma como algumas criaturas que de bestunto beneficiam pouco assumiram como sua a “injustiça” posta a circular há uns 15 anos dos “velhos” terem direito a redução da componente lectiva ao abrigo do amputado artigo 79º do ECD e assim “trabalharem menos” e ganharem mais. Em primeiro lugar, os “novos” um dia deixarão de o ser como aconteceu comigo, só que nessa altura em não embarcava em botes sem antes ver se estavam furados porque quem hoje corta os direitos dos “velhos” amanhã lixa-se.

Mas se pensassem apenas um pouquinho mais, nada de einsteins, feynmans ou mourinhos, perceberiam que por cada redução que foi cortada no ECD aos “velhos” foi tempo para horários para “novos” que deixaram de existir. Por cada 1000 docentes que ficaram sem a primeira redução de 2 horas aos 45 anos na sequência da mudança da legislação (e que assim em vez de terem a segunda redução aos 50 passaram a ter a primeira) foram 2000 horas (quase 100 horários) que deixaram de ser necessários. E se fizerem as contas a todos os docentes que agora estão acima dos 50 anos e ficaram entalados com o ECD da “reitora” MLR, tão aplaudido por tanta gente, perceberão que foram milhares os horários que desapareceram porque os “velhos” foram obrigados a “trabalhar mais”.

Confesso que não poucas vezes tenho os maus fígados de pensar que, se calhar, foram muitos os que ficaram sem lugar nos quadros ou sem horário, exactamente por causa de uma medida que aplaudiram, pensando que seria “justa”. Há alturas em que se quer muito que o karma funcione.

funny-quotes-stupid-people

Qual A Utilidade Para A Sociedade De Um “Assessor de Comunicação”?

O Telmo Bértolo descobriu uma destas criaturas (neste caso um mero megafone do poder autárquico, daquele que já municipalizou a Educação, pelo que se percebe o “ambiente”) a perorar as baboserias habituais sobre os professores.

Quem acha que os docentes são uns privilegiados ?

village-idiot_mug