À Atenção Do Comité Central Da Campanha – 2

É urgente o pai Ascensão (ou em recurso o avô Albino) virem dizer o que pensam disto as “famílias”.

Venda de passes com desconto para estudantes suspensa a partir de setembro

Estado não pagou a dívida às empresas de transporte de passageiros, pelo que estas decidiram acabar com as vendas com desconto.

São 7 milhões de euros, mas se fossem 700 milhões para o Novo Banco nem pestanejavam.

Carteira

Em Caixa

134 contratos, quase 5 M€. Parvos são os que não se convertem às plataformas, aos software sempre a necessitar manutenção (correctiva ou não), assistência, etc. A clientela é o mundo não tão diminuto quanto isso do nosso poder local (ou intermunicipal). Nota-se em alguns, o cuidado em não deixar muitos elementos, mas consegue seguir-se o fio sem grande esforço.

Money3

O Negócio Da Consultoria Em Educação (TEIP’s, POCH, Etc)

Só uma empresa acumulou 81 contratos num valor superior a 1,6 milhões de euros nos últimos anos. O último é desta semana. No site da empresa, não dá para encontrar quem constitui a direcção/administração, para além do que se pode encontrar na assinatura dos contratos. Outra tem 132 contratos (não apenas nesta área), sendo quase duas dezenas assinados com escolas e agrupamentos desde 31 de Agosto de 2018 num valor total próximo dos 300.000 euros (não puxei da calculadora, foi a olho) por alguém que apagou todo o restante rasto na net. Mas há outras empresas e instituições (como o Centro Regional do Porto da Católica) envolvidas, bastando buscar por “TEIP” ou “Consultoria técnico.financeira” para se perceber que há escolas/agrupamentos com verbas significativas para estes efeitos. Uma outra empresa com forte implantação neste mercado tem a curiosidade de ser representada nos contratos mais recentes por alguém que surge como formadora certificada em alguns CFAE.

Mas isto agora não interessa nada, desde que exista dinheiro para “consultas”.

Money

Fogo! (Ou Phosga-se!)

Quase 520.000 euros (+IVA) só para “serviços de transmissão de campanha de sensibilização dos Programas “Aldeia Segura” e “Pessoas Seguras” nos meios de comunicação social”.  Por 50 dias de contrato?

Não sairia mais barato ir quase de casa em casa? Até porque nestas aldeias não sei bem que consumo de comunicação social haverá…

E mais de 50.000 para “a realização de estudo de opinião sobre a eficácia das campanhas de sensibilização da população denominadas “Aldeia Segura/Pessoa Segura” e “Floresta Segura”?

O Portugal 2020 tem muito dinheiro para gastar? Repararam nos logótipos das tais golas inflamáveis dos kits que custaram 165.000 euritos… 

Money3