Aquilo De Que Realmente Sinto Falta…

… é de um movimento consequente, na blogosfera ou fora dela, preferencialmente nas escolas e agrupamentos a partir das próprias lideranças, no sentido de flexibilizar o modelo de gestão escolar e dar a autonomia aos agrupamentos/escolas para decidirem se querem lideranças unipessoais ou colegiais e se preferem a inclusão no modelo de eleições abertas interpares para as chefias intermédias ou escolhas condicionadas pelas direcções.

lampadinha21

 

Quanto Aos Defensores Do Voto Obrigatório

Estais bem acompanhados… sois a vanguarda da democracia.

Além do Brasil o voto só é obrigatório em mais 20 países. Veja quais são:

  • Argentina
  • Austrália
  • Bélgica
  • Bolívia
  • República Democrática do Congo
  • Costa Rica
  • República Dominicana
  • Equador
  • Egito
  • Grécia
  • Honduras
  • Coreia do Norte
  • Luxemburgo
  • México
  • Nauru
  • Paraguai
  • Peru
  • Singapura
  • Tailândia
  • Uruguai

Na civilizada Bélgica, o voto obrigatório não impediu a vitória da extrema-direita. Nem no Brasil, a do Bolsonaro. Portanto… é capaz de não ser a fórmula que explica a bondade ou maldade dos resultados.

cabecinha_pensadora

Uma Forma Certa De Combater A Abstenção Seria…

… ter a possibilidade de votar por um candidato e, ao mesmo tempo, retirar um voto a outro. Poder votar contra. Um dislike, para usar linguagem de rede social. Um voto a mais para um e a menos para outro. Uma democracia mais completa e criativa, que permitiria expressar quem queremos mais e também quem queremos menos.

Mais importante do que voto electrónico, garanto-vos. Haveria até quem quisesse votar mais de uma vez.

lampadinha21

Como Anular A Powerplay De António Costa Com Pouco Esforço

Se o acordo é para a reposição do tempo a partir de 2020 (concorde eu com isso ou não), então é fácil deixar António Costa a falar com os peixinhos:

  • Até ao fim desta sessão parlamentar não é aprovada a alteração prometida, esvaziando a chantagem feita ontem e deixando de responder a porfírios e césares.
  • O PS e Costa ficam a marinar até às Europeias, a falar sozinhos e sem motivo para a demissão, sendo por isso penalizados nessas eleições, como aconteceu com outros governos que ensaiaram patetices deste tipo, com o engenheiro (que já não é) à cabeça.
  • A alteração é aprovada em Setembro, quando Costa já não pode, nem deixa de poder demitir-se e as eleições acontecem normalmente, esvaziando-se o balão da prosápia costista.

lampadinha21

(adicionalmente, o Nogueira poderia calar-se um bocado e deixar de arrepelar a barba, anunciando apocalipses e armagedões para as avaliações).