Dúvida

Que se arrasta há uns tempos. Porque será que alguns dos mais descabelados gurus do nosso neo-liberalismo económico (arroja, césar das neves, mas longe de serem os únicos, apenas sendo os mais caricatos) têm uma concepção, digamos assim, sui generis da relação entre os sexos e, mais em particular e benzam-nos todos os deuses dos pruridos e comichões, da sexualidade humana? Há relação directa entre os dois credos?

Raquelwelch

Banif

Mais um grande exemplo da iniciativa privada nacional, que acabará a ser resolvida com dinheiro dos contribuintes, incluindo todos aqueles que os economistas pseudo-liberais de vão de escada gostam de apelidar de comodistas, conservadores e tudo o mais. Interessante mesmo, era saber para que bolsos foi muito do dinheiro de mais um banquinho que faliu, mas continuou a pagar régias administrações, consultorias, assessorias e muita publicidade na imprensa. Contabilizem o sorvedouro de dinheiro público do BPN, BES, Banif (e encobertamente o Millenium, via CGD) e depois digam que o problema das contas públicas é do baixo número de rescisões dos professores. E, pelo caminho, façam a lista dos amados que se foram governando enquanto a barraca afundava.

mascaras

Esquerdismo

Quando até os mais conservadores o acham, há pouco a acrescentar na crítica a estes rapazinhos de gabinete que fizeram visitas de estudo pagas a Chicago, leram dois livros, conseguiram três assessorias e duas consultorias à conta dos amigos do Estado, por cá ou nas europas e arábias, e acham que sabem muito sobre a poda.

Dizem-se liberais, mas não passam de filhinhos d’algo, encostados à grande teta das relações intra e inter-familiares. A grande diferença em relação a outras gerações é que já dizem palavrões em público, acham que são rebeldes com causa e nem têm pudor em gozar na cara dos 99%. Na nossa cara.

Liberal