A Pós-Modernidade Selectiva

Do que adianta as criaturas comprarem zingarelhos do melhor e andarem agarradas a eles o dia todo se, cum camandro das coincidências macacas, sabem todos os updates do face as notícias ao segundo excepto aquilo que era necessário ler, para não ter de ser explicado três vezes cara a cara, em salas climatizadas a 35 graus à sombra?

On/Off

Ando desatento ao ponto de só hoje de manhã ter percebido, pelo alarme na SIC, preocupada em explicar a “ilegalidade” da gravação, na qual ficou registado que o actual PM decidiu, em amena cavaqueira com os jornalistas que o entrevistaram em modo cúmplice qualificar os médicos envolvidos na situação de Reguengos de Monsaraz como “cobardes”. Compreendo o embaraço dos envolvidos por se ter conhecido o que realmente António Costa pensa sobre o assunto. É pena que a “coragem” só apareça quando se julgam os microfones desligados. O resto da “polémica” passa-me ao lado, porque há muito que sei a diferença enorme que vai entre as poses “de Estado” e a realidade de certas figuras que por aí andam e que pouco se distingue daquele discurso que tanto se critica ao povoléu das “redes sociais”. A verdade é que nem sei se mudam as moscas.

Os 10 Mandamentos D@s Boas/Bons (Ou Mesmo Excelentes) Professor@s Em Tempos De Emergência (E Candidat@s Ao “Costitas D’Oiro”) – Versão 3.0

Um – Sê Colaborativo!

Dois – Sê Cooperativo!

Três – Sê Construtivo!

Quatro – Sê Construtivista!

Cinco – Não Coloques Problemas!

Seis – Aceita as Soluções que vos são Ofertadas!

Sete – Grelha Como se Não Existisse um Amanhã sem Vírus!

Oito – Não te Queixes!

Nove – Não Pies!

Dez – Espalha a Palavra do Senhor!

rezar-simpson

 

Sugestão De Ansiolíticos Naturais…

… para aquela malta que parece que abriu a torneira dos mails e dos sms, como se fossem o pico da excelência à distância. Não falo por mim, felizmente, mas pelo que me vão contando vári@s colegas. Há claramente quem precise de respirar fundo e arranjar um objectivo na vida que não passe pela encenação da competência.

ansioliticos-naturais_12885_l

O Shôr Ministro Tiago Manda Dizer Que A Sentença Já Está Dada, Antes Do Apuramento Dos Factos

Este senhor doutor investigador ministro parece-me tão versado em leis como aqueloutro secretário em ciência da estupidez aviária. E, para quem se cala tanto, mais valia assim continuar.

“A professora diz ter sido agredida nas costas e não viu por quem, mas outras pessoas que estavam no corredor identificaram o aluno”, descreveu, à Lusa, fonte da GNR do Porto.

(…)

Não terá existido intencionalidade”, lê-se na resposta remetida à Lusa pelo gabinete do ministro Tiago Brandão Rodrigues, acrescentando que “o aluno estaria a atirar a chave do cacifo a outro colega, tendo esta atingido a professora”.

“Ainda assim, a escola tem em curso um procedimento interno para que não haja dúvidas quanto ao sucedido”, termina a nota.

Isto faz-me lembrar aquela coisa da “intensidade” nos penaltys dos tempos do Jardel.

Ao menos podiam fingir melhor.

pie-in-face

(querem apostar como tudo termina com a sugestão de envergonhado um pedido de desculpas pela professora por ter interrompido a rotina do aluno, a bem da “imagem da escola”?)

E Se…

… certas coisas/ideias/análises/comentários forem apenas para tomar o pulso à população e depois afinar o tiro? Por acaso, alguém dizia isso de certos políticos que tuítam uma coisa num dia mas depois, percebendo a reacção negativa ao dislate, aparecem a dizer uma outra bem diferente no dia seguinte, quando as câmaras surgem ali mesmo em frente.

Daí que a reacção seja sempre útil, porque quem cala, leva com os dentes.

Se