Informem A 5 De Outubro, Por Favor!

Para impedirmos mais ziguezagues. Isto de irmos às pinguinhas, mói um bocado. E se estão a pensar seriamente que no 3º período pode existir uma forma de avaliação minimamente equitativa, universal e “inclusiva” é porque andam mesmo a usar produto do bom.

A menos que andem a disfarçar o óbvio.

Coronavírus: Costa admite fecho de escolas “muito além” das férias da Páscoa

“O terceiro período, provavelmente, não vai ser muito diferente do que tem sido estas semanas”, diz.

Já agora… não me apetece ser ainda mais colonizado pela Microsoft, ok? Se querem fazer parcerias e ganhar créditos, tudo bem, mas há soluções bem mais leves. E reparem que eu escrevi “soluções” e não “problemas”.

Hitch

O Verdadeiro Polvo Que Tolhe O País

Mas há muito idiota que ainda acredita naquilo que os avençados (no futebol chamam-se “cartilheiros” uns aos outros) do sistema espalharam anos a fio sobre as causas do défice orçamental e da dívida externa. E muitos continuam por aí, ainda a apanhar uns restos da festa. Já não é como outrora, mas ainda sobraram umas migalhas…

Zeinal Bava queria pagar 77 mil euros para travar investigação a bónus de 8,8 milhões

MP diz que Conceição “aderiu a pacto” de Pinho e Mexia para beneficiar a EDP em 1,2 mil milhões de euros

Estado injetou 25,5 milhões de euros na banca nos últimos dez anos

polvo

A Pescadinha De Rabo Na Boca

O Pedro Santos Guerreiro está na TVI24 a dizer que o futuro falido Novo Banco pode passar pelo BCP que não faliu graças aos favores da CGD que, em boa parte por causa disso, se ia afundando até ser preciso ir buscar para a administrar um antigo quadro do BCP. E ainda se diz que isto pode ser um alívio para “o Estado”? A sério? Não se altera apenas a mão estendida (privada) que saca o dinheiro (público)?

É só rir.

buraco-dinheiro-2

E Como Se Pode Ler, Os Da Minha DT Estão Entre Eles

E quem lê “primeiro período” agora, pode vir a ler algo mais daqui a uns meses. E seria bom que as pessoas não se encolhessem com medo de publicitar o que se passa, combinação aberrante dos efeitos da pressão sobre os docentes dos quadros mais frágeis com regras abstrusas sobre a possibilidade de os substituir antes de 1 de Setembro.

E repito: se a tese “demográfica” estava certa, porque raio agora faltam professores em várias disciplinas (em pelo menos dois casos é em grande causa por causa de “reformas” curriculares feitas a pedido sem atender à realidade concreta dos meios humanos).

A culpa não é das escolas e é lamentável que os representantes dos directores andem mansinhos, mansinhos com isto (e que muita gente esteja dias em reunião para não atenderem a comunicação social), à espera de uma possível recompensa como a aflorada no post abaixo.

Há alunos que não vão ter aulas a uma ou mais disciplinas todo o 1º período

Megafone