Tanto Esperneou Que Lá Lhe Deram Uma Chucha

Tenho mesmo um enorme desdém por estes “rebeldes” em busca de poiso.

PS propõe Francisco Assis para presidente do Conselho Económico e Social

Chorar

(e depois ainda há ainda quem me diga que o homem até foi professor de Filosofia… certamente na altura de tantas outras “personalidades” que se ufanam de ter dado aulas e por isso terem crédito para desancar nos professores…)

 

Homem, A Falar És Um Político Mediano, Quando O Nível Geral É Muito Baixo

Quase toda a entrevista é um exercício inútil, quando do outro lado está um tipo que só sabe debitar os talking points do guião.

Ao certo, quantos professores serão contratados?

Vamos ter um reforço muito substancial de docentes que equivale ao horário integral de cerca de 2500 professores. Pensando que cada professor tem 35 horas de trabalho, são todas essas horas que vamos ter (a mais) nas nossas escolas.

Estarão nas escolas já em setembro?

Sim.

Há €1200 milhões para a TAP, €850 milhões para o Novo Banco e para a Educação foram dados €125 milhões para recuperar daquele que foi o ano letivo mais difícil de sempre. Faz sentido?

Faz sentido que apostemos na recuperação e consolidação das aprendizagens. Os professores dos nossos alunos já lá estão e continuarão lá. Os €125 milhões são para reforçar esse esforço. Estes créditos horários são canalizados especificamente para a recuperação e consolidação das aprendizagens.

Os alunos constituem cerca de um terço dos utentes dos transportes públicos. Pondera criar horários desfasados ou começar as aulas mais tarde para evitar horas de ponta na manhã?

Isso aconteceu neste retorno à escola. Balizámos as horas em que funcionariam preferencialmente, entre as 10h e as 17h, para não coincidir com as horas de ponta. No novo ano letivo é impossível. Muitos dos pais têm de ir trabalhar a uma determinada hora e entregar os filhos na escola. É impensável que saiam de casa e que as suas crianças vão sozinhas duas ou três horas mais tarde.

Ou seja, no geral as escolas vão funcionar quase como funcionavam antes da pandemia.

A diferença está no quase. Nada funciona na nossa sociedade como anteriormente. A forma como nos movimentamos e relacionamos é diferente e assim também será na escola. Tudo estará adaptado em termos de circuitos, de cantinas, biblioteca, tal como já fizeram os jardins de infância e as escolas secundárias.

Centenas de professores integram grupos de risco e são mais vulneráveis à covid-19. Vão voltar à escola?

Como em todas as outras áreas, quem esteja em grupo de risco é autorizado a ficar em teletrabalho, se possível.

O Parlamento aprovou a criação de um prémio para reconhecer o esforço dos profissionais de saúde. O dos professores também deveria ser reconhecido?

Essa foi uma decisão do Parlamento. Nós no Ministério trabalhamos todos os dias para criar as melhores condições para os profissionais de educação. Temos feito o reconhecimento da sua enorme valia também salarialmente, criando condições para que a progressão das carreiras fosse retomada, para o reposicionamento dos contratados e para vincular milhares de docentes. Nestes últimos anos entraram na carreira cerca de 8 mil docentes.

Expresso, 4 de Julho de 2020

vazio

Já Começaram A Sacudir A Água Do Capote Chic Vintage

Ontem, na TVI 24, o promissor presidente da Câmara Municipal de Lisboa fez um descabelado exercício de passa-culpas ao nível do pior que já vi a tal nível. Perante a permanência das redes de contágio na zona de Lisboa, culpou sem hesitação os profissionais de saúde no terreno e as suas chefias, como se a parte da decisão e comunicação política fossem inocentes em tudo isto. O homem decidiu atacar sem dó nem piedade quem está no terreno há meses na 1ª linha de combate ao vírus, enquanto ele só aparece quando há microfones e câmaras para ficar para a posteridade a anunciar a final da Champions.

Compreendo a preocupação… sem as verbas do turismo, perceber-se-ia que a “obra” de Medina na capital seria pouco mais do que nula.

“Melhor” em termos de treta política só mesmo o actual PM no programa do RAP a explicar como os antibióticos servem para combater vírus. Não falou em lixívia como o outro, já não foi mal de todo.

pie-in-face

Quem Terá Disponibilizado Os Dados E Com Embargo Até Ao Dia Seguinte Ao Novo Final Do Ano Lectivo?

Ao que parece, atendendo à extrema desafeição que lhes dedica, foi tudo contra a vontade do secretário Costa.

E eis que, no ano em que se tornam mais absurdos, nos aparecem os rankings. Se acha que refletem uma avaliação clara da qualidade da escola, desengane-se.

Os rankings não surgiram do nada. Há perto de 20 anos surgem quando o ME fornece os dados aos órgãos de comunicação social e é estabelecida uma data (pelo ME) para a sua divulgação.

O resto da prosa? Sim, seduz muitas sensibilidades, mas seria giro que fizessem umas perguntas difíceis a quem assim escreve, tão levemente, sobre o aspecto redutor dos rankings e o dos resultados dos alunos em exames mas que, “no ano em que se tornam mais absurdos, nos aparecem” de novos esses mesmos exames que dão origem a todo o mal agora denunciado.

Tanta pomba assassinada, mas nada de novo se fez quanto ao modelo dos exames (com que eu concordo em tempos normais) que certas pessoas criticam, mas deixam passar uma “oportunidade” de alterar.

Estranhamente, há quem vá dar a cara contra os exames “no ano em que se tornam mais absurdos”. E não vai ser o secretário Costa.

janus

Os Pândegos

Lia há pouco um texto que me enviaram contra a redução do número de alunos por turma que, entre outros “argumentos”, usava a escassez de espaço para um “terço suplementar de aulas”. Logo agora, depois de tanto se escrever sobre a diminuição do número de alunos no sistema de ensino, em especial no Ensino Básico, dá vontade de rir. E nem se fala no encerramento de escolas. E não há professores? Se for em horários completos, desde o início do ano, verão como aparecem.

Realmente, há malta que deveria ter um pouco de senso quando tenta “argumentar” em modelo cortesão, não é, David?

muppets-rir

 

E Depois Querem Certas Criaturas Que O Subsídio De Férias Seja Pago Em Certificados De Aforro?

O buraco do Fundo de Resolução vai em mais de 7 mil milhões de euros. Já sei que dizem que não é tudo dinheiro público. Tá beeeemmmmm. A malta acredita por piedade.

Entretanto, jovens génios da economia para totós (os mesmos que defendem a retoma da economia, mas não se percebe se apenas com o consumo dos mexias) sugerem que o subsídio de férias seja pago em certificados de aforro. Estes gajos que, só por acaso, vivem na órbita da câmara do Carreiras (ou da Misericórdia, quando lá está gente simpática) para sobreviver (como em tempos era o caso do marialva moitadedeus com a sua muito privada empresa) sobre a banca só sabem escrever loas ou justificações mais ou menos invertebradas para os lucros de instituições que estariam falidas na maioria sem o dinheiro do Estado.

Não é uma questão de esquerda/direita, mas mais do domínio da falta de decoro. E eu estou farto destes palhaços “ricos”.

Alcatrao2

Há Que Achar Qualquer Tença Ou Recompensa…

… porque até eu acho que há cortesã(o)s do regime costista que, de tanto se esforçarem e dobrarem as vértebras todinhas, merecem levar qualquer coisa para casa, antes do fim disto tudo. Não sei se cargos de “representação” lá fora, se qualquer coisa cá dentro. Não sei quando a drª Brederode dos Santos tem data de saída, mas a presidência do CNE seria uma opção “de prestígio”, porque conselheir@s há muit@s. É que tamanho empenho em defender, explicar, interpretar, decompor nas partes e recompor no todo, de qualquer asnice dita pelo poder que está não pode passar sem que se reconheça o mérito a tão público ass kissing (em português, lambe-botismo) de figuras com idade para terem decoro em tanto mostrar o ypsilóne. Não há comenda que compense.

duck

O Ano Mais Longo

Este ano lectivo não estará resolvido antes de Outubro, quiçá Dezembro, em especial no que diz respeito ao Secundário e 12º ano. A avaliação anda em terrenos movediços, porque, no essencial, em muitos agrupamentos e escolas, não se fizerem em devido tempo adaptações claras aos critérios estabelecidos no início do ano. E há gente (não apenas encarregados de educação, é bom que se note) que por se sentir menos “confortável” com o que se passa ou apenas porque a pandemia não melhorou nada em maçãs bichadas há muito tempo, irá fazer isto esticar até aos limites da irracionalidade. E como o mundo não pode ficar ainda mais vulnerável ao chico-espertismo, haverá natural reacção contra quem vai querer virar isto em proveito próprio, por via da ameaça e intimidação. E depois há demasiada gente com acesso directo a quem pode. E isso também gera muitas desigualdades e seria bom que quem muito proclama virtudes éticas e republicanas ou desligasse o zingarelho ou aprendesse a ignorar. Mas não tenho muitas esperanças. Porque não há pingarelho com um cheiro de poder que não sinta ter a chave da caverna dos tesouros.

telefone

Como Detectar, Por Estes Dias, Um@ Candidat@ A Uma Comenda do 10 De Junho Em 2021 Ou A Um Prémio “Costitas d’Oiro”

Foi um@ entusiasta do ensino remoto, mas agora já admite que nem tudo correu bem. Aproveita para deambular entre vacuidades sobre flexibilidades e novas metodologias de avaliação e, achando agora que o ensino presencial é o que tem maior valor, aprendeu a escrever blended learning e apressa-se a noticiar aos seus amigos e conhecidos que o Costa PM prometeu um computador para cada aluno.

Banhadacobra

(não esquecer, num outro plano, os especialistas na treta incrustrada…)

No Pior Pano Caem As Nódoas

Anda um tipo a gozar com webinares e depois aceita participar não em uma, não em duas, mas em três. Devia ter juízo, mas há em mim algo de gato que gosta de espreitar nem sempre onde deve, acho que na esperança de um dia me escaldar a sério. Amanhã é com colegas se Sintra. Para a semana são mais duas, umas das quais com encarregados de educação de Mirandela, para a qual espero não ter gasto a inspiração toda no título (“PPP – Pai, Professor e Pandemia”).

E parece que vou ter de zoomar pela primeira vez. Alguma vez teria de ser. Mas garanto que não vou ao barbeiro e tenho o cabelo quase como um certo outro. Mas com tonsura em sinal de extrema santidade.

Bigorna