Post Para Um Primeiro Balanço da Manifestação

Sendo que acho útil evitar as estratégias habituais neste contexto… de um lado a “gloriosa jornada de luta” e do outro lado um silêncio indiferente, como o já verificado acerca da adesão à greve desta semana.

ManifOut18

Foto da Armanda Sousa
Anúncios

E Amanhã Será, De Novo, O Primeiro Dia Do Resto Das Nossas Vidas (Profissionais)

Pela quase enésima vez, em especial desde 9 de Março de 2008.

“Sabia já de antemão que o confronto com o Governo iria continuar e, francamente, estou cansada destes confrontos”, desabafa Fátima Gomes. É esta a razão pela qual se sente “agastada”. Mas não é a única: “Seria bonito para os meus colegas dizer que acredito que vai haver uma mudança positiva, mas na verdade não tenho expectativa alguma de que isso aconteça.”

Há já uma boa quantidade de anos, nem sei se ainda nos conhecíamos pessoalmente, sequer, fizemos parte de uma dezena ou duas de desalinhados que escreveram publicamente que se recusavam a entregar os Objectivos Individuais (após consulta do texto, os primeiros signatários foram 12), quando muita gente se encolhia e se prontificava a meter o papelinho nas secretarias.

Passados estes anos, parece que continuamos exactamente no mesmo comprimento de onda. Revejo-me quase por completo nas palavras da Fátima Inácio Gomes nesta peça do público. O “quase” deve-se ao facto de eu ainda sentir ganas de dizer o que penso aos hipócritas do costume.

sindicatooo