Sábado

Já se percebeu que muito badalada conferência do clima é um colossal fiasco apesar do folclore nas ruas. Faz-me lembrar aquela de quererem que andemos a contar as gotas das torneiras quando os grandes gastadores de água são indústrias que consomem milhões de litros por hora; ou quererem que acreditemos que a brutal carga fiscal sobre os combustíveis é que provocará poupanças significativas, à escala global, do seu consumo. A conferência de Madrid é um fracasso apenas proporcional à sua enorme pegada ecológica. Ocasião para passeatas, abundante socialização e muitas oportunidades para declarações vazias e fotos de grupo.

Quando tanto se fala de “paradigmas” por tudo e nada, temos um exemplo maior da incapacidade dos líderes mundiais se colocarem de acordo com o que parecia ser um “novo paradigma” na verdadeira acepção do termo.

sick-planet

2 thoughts on “Sábado

  1. Temos um ministro da pasta do ambiente que perante a falta de água tem a célebre tirada: Só há um caminho que é poupar.
    Trata-se da teoria do pingo da torneira…
    Para esta teoria não é preciso ministro. Nada , nenhum.
    A gestão da água começa no princípio e não no fim: no pingo da torneira.
    Senhor ministro, quantos milhões de hectolitros são drenados para o Atlântico, pelos rios portugueses, num ano?
    Afinal há água… e a água vai para o mar e falta em terra,senhor ministro!
    Um bocadinho de mais visão dava-lhe jeito…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.