Banco CTT

Porque iria eu entregar dinheiro à guarda de quem não consegue – conforme função primeira – fazer-me chegar a correspondência postal em condições, perdendo parte das encomendas pelo caminho (mas afirmando ter sido entregue, contra assinaturas ilegíveis ou nem isso) ou entregando as cartas uma ou, no máximo, duas vezes por semana? E disto absolvo em boa parte os carteiros, a quem é dada uma motoreta quase sem espaço para fazerem a distribuição do correio (e sem eu saber que combustível podem usar), pelo que optam por deixar avisos e fazer-nos ir levantar quase tudo aos postos?

Já me chegou andar a fugir à banca empreendedora nacional na última década…

Ahhh…. esquecia-me, são os ganhos imensos da privatização dos serviços. Ou se paga mais (registos, correio colorido, etc) ou é um tiro no escuro esperar que as coisas cheguem (e nem me falem das assinaturas de revista que fui tendo de anular ao longo dos últimos anos).

Haddock

Anúncios

2 thoughts on “Banco CTT

  1. “e nem me falem das assinaturas de revista que fui tendo de anular ao longo dos últimos anos”.
    Como eu o compreendo!
    Desesperante!

  2. Exato! Aguardo há uma semana, uma pequena encomenda, que deveria ter chegado, até sexta-feira, no máximo e, hoje, já nada se concretiza. Como eram bons os CTT de antigamente. Tudo em nome da eficácia, para os bolsos de alguns.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s