Mas Não Acusavam A ILC De Algo (Que Nem Era Tão Mau) Como Isto?

Professores em risco de não terem progressão nas carreiras em 2019

Se o Presidente vetar o decreto-lei ou o Parlamento o chumbar, o Governo apenas está obrigado a prosseguir negociações com os sindicatos. Sem limites, regras ou prazos.

(…)

“Ao contrário do que disseram, não alteraram coisa nenhuma. Os partidos parlamentares fizeram uma verdadeira rábula sobre a carreira dos professores”, afirmou o membro do Governo ouvido pelo PÚBLICO, garantindo: “O que foi aprovado não acrescenta nada, é igual ao que estava no Orçamento de 2018.”

(…)

Este membro do Governo vai mais longe na crítica que faz aos deputados, lembrando que depois do Orçamento do Estado aprovado, o Parlamento não pode aumentar a despesa pública. Logo, não pode agora aprovar legislação ou alterar o decreto-lei que o Governo, se essas medidas implicarem o aumento da despesa que está prevista para este fim no Orçamento de 2019.

“Quem diz querer que o Governo aceite os nove anos, quatro meses e dois dias, reforçou o Orçamento com as verbas necessárias? Ou só aprovou uma norma vazia para eleitor ver? Se não há mais dinheiro, como pode haver mais tempo recuperado?”, questiona o governante, concluindo: “Sem ter aumentado a verba dos vencimentos proposta pelo Governo, a Assembleia da República está impedida pela lei travão de ir além dos dois anos, nove meses e dezoito dias. Chumbar o decreto-lei do Governo significa retirar aos professores o que o Governo concedeu.”

(claro que o membro do governo que surge como “fonte anónima” não passa de alguém sem um pingo de vergonha ou coragem, ou então assumia a coisa, em vez de se refugiar no que acusam outros de fazer…)

22 thoughts on “Mas Não Acusavam A ILC De Algo (Que Nem Era Tão Mau) Como Isto?

  1. Ainda há políticos e jornalistas sérios e cultos em Portugal?
    Estas notícias remetem para o grau zero do jornalismo e da política; o decreto em apreciação presidencial/parlamentar não produziria quaisquer efeitos em 2019, além disso, é ilegal porque promove ultrapassagens que o estatuto da carreira em vigor proíbe claramente, logo, o decreto lei só pode cair, porque é uma bosta.O A caça ao professor continua aberta e não se sabe quando fechará!

    Gostar

      1. A recuperação dos 2 anos e piques, do malfadado decreto, está prevista apenas no escalão para o qual progridam a partir de 1 de janeiro de 2019, ora quem é que recuperaria em 2019 algum desse tempo? Por essa razão, a verba orçamental para essa recuperação em 2019 é zero e continuará a ser zero, mesmo que o dito volte para o lugar de onde nunca deveria ter saído. Logo qual é o efeito em 2019 do dito decreto? O orçamento de que falam não é para 2019?

        Gostar

    1. O dl proposto, sendo aprovado, teria efeitos para quem progredisse a partir de 1 de Janeiro de 2019.
      Não sendo aprovado, não terá efeitos.
      Sinceramente, como eu só progredirei de novo, na melhor das hipóteses, em 2022, tenho mais de 3 anos para analisar o brilhantismo negocial em decurso e as manobras parlamentares das “maiorias variáveis”.

      O que gostava de sublinhar é que a ILC se fosse votada pela tal “maioria negativa” criaria uma lei e não uma conversa fiada no OE que, como se viu pelo 2018, vale nada.

      Que muita gente aparelhista tenha ofendido os promotores da ILC de algo que agora lhes cai em cima é “karma”, sendo que se a ILC tivesse sido apoiada pelos sindicatos e votada antes do OE teria obrigado a que este “cabimentasse” verbas para satisfazer as progressões.

      Mas como a “luta” foi outra… vê-se o desfecho.
      Só gostava de saber se a greve em decurso já atingiu os esperados 173% de adesão.

      Gostar

      1. “Só gostava de saber se a greve em decurso já atingiu os esperados 173% de adesão.”

        Só não atingiu nem vai atingir os 173%, porque tal também não estava previsto no OE… nem num qualquer decreto. 🤔

        Gostar

  2. Mas alguém com dois palmos de testa, iria achar que esta encenação do parlamento produzia algum “fruto”?
    Se a resposta dos Sindicatos não meter TRIBUNAIS então vale mais irem c@@gar.

    Gostar

  3. A política e os políticos portugueses iguais a si próprios…
    Total e descarada falta de honestidade.Os nossos ilustres representantes/defensores…uns verdadeiros totós.Fizeram uma linda figura com a iniciativa da ILC.
    Tristeza !
    Quem se lixa ?

    Gostar

  4. Isto está a precisar de grandes greves e manifestações organizadas pelos nossos queridos sindicatos. Eu já ando a ensaiar as palavras de ordem entoadas nas manifestações e que são sempre um hit: Ó Laurindinha, vem à janela
    Ó Laurindinha, vem à janela…
    Oi como cantam agora os franceses nas ruas : Oh Laurindigna, viens à lá fenetre…

    Gostar

  5. Exactamente, Magalhães.
    E nós descontamos, todos os meses, para pagar os salários milionários desses bandalhos que só nos lixam e nos roubam.

    Gostar

  6. Obrigada, Paulo.
    Alguém acredita que um docente pudesse transitar a 1 de janeiro para o 5º escalão e no dia 2 para o 6º escalão, recuperando assim os dois anos e piques em 2019? Isso seria justo? As ultrapassagens estariam salvaguardadas como? Na regulamentação do DL?
    Para responder às notícias diárias dos media e às afirmações dos políticos direi, parafraseando os gilets jaunes, “Arretez de nous emmerder!”

    Gostar

    1. Mas a verdade é que era essa a proposta e aquela que dizem estar a ir para Belém… devagar.
      Ou essa ou nada.

      Eu já disse que essa iria fazer tudo para que não me aplicassem.

      MAs o que é grave é o Parlamento não ter avançado para lado nenhum.

      Gostar

      1. De certeza alguém conhecido precisa de mudar para o 6 escalão. Depois cria-se novamente legislação específica para ultrapassar aqueles que estão no 6 desde, sei lá, 2003 ou 2004 ou 2005, e que estão sujeitos a vagas de que não se fala suficientemente.

        Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.