Muito Estúpido

É impossível não me sentir assim quando leio estudos de especialistas muito afamados, nacionais e estrangeiros, que conseguem comprovar com imensas fórmulas, regressões, variâncias, gráficos, tabelas, curvas e contra-curvas, medições e quantificações, padrões em xadrez e risquinhas com cores, aquilo que a minha observação directa revela ser errado, profundamente errado.

Ao que consta, falta-me uma visão sistémica dos fenómenos. Faltam-me uns meses em Cambridge a ganhar verniz teórico ou em Stanford a desenvolver sensibilidade estatística para os excéis. Faltam-me uns hanusheks in the morning ou uns petersons e walbergs para o sunset. Já nem falo numas fellowships ou numas visitings professorships, invited, claro. Vá lá que o que me falta em malabarismo estatístico parece que me sobra em capacidade para encontrar bibliografias não esquálidas e daquelas que acenam para o lado certo do tipo béu-béu. E nunca me passaria pela cabeça fazer caracterizações com base em dois livros e duas entrevistas num fim de semana. Falta-me, em suma, a sofisticação analítica que permite dar sempre noves fora nada.

Não vou por agora linkar exemplos, prefiro mesmo confrontar.

dog_spinning_pn_turntable

4 thoughts on “Muito Estúpido

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.