Enviesamentos (TIMMS 2015)

Os resultados dos alunos portugueses do 4º ano nos testes TIMMS 2015 continuam a melhorar. O assunto merece uma análise séria, pois são progressos contínuos com duas décadas, e não uma abordagem política em que o bom é nosso e o mau é dos outros, como fez o actual SE da Educação, atribuindo um menos bom desempenho em Ciências ao estreitamento curricular de Nuno Crato, mas não lhe concedendo a responsabilidade pelos ganhos em Matemática (afinal, os alunos que foram examinados são uma espécie de “filhos do Crato”, salvo seja). O que os TIMMS 2015 não podem revelar é a acção do actual governo, visto que foram feitos ANTES da actual equipa ter tomado posse. Quase faz lembrar os tempos em que a MLR reclamava responsabilidade pelos bons resultados nos exames de 2008 no Secundário por causa do PAM aplicado no Básico dois anos antes. Se isto prova qualquer coisa é que certas medidas engatilhadas a priori por esta equipa ministerial não têm fundamentação empírica sem ser com estudos encomendados à medida.

Os bons resultados nos TIMMS 2015 devem-se ao bom trabalho dos alunos e professores portugueses em contexto de sala de aula, apesar de todos os que os apedrejam (em especial aos professores) na opinião pública e dos que pretendem que estamos ainda no século XIX em termos de organização do trabalho nas escolas. Mas que, quando necessário, aparecem a apanhar as canas e a aplaudir os foguetes da festa, encavalitando-se no trabalho alheio.

Afinal, estamos acima dos States, da Finlândia, da Polónia, da Alemanha, da Suécia e da generalidade das nações que nos apresentam como faróis educacionais. Em Português apatecia-me mandá-los amarem-se a si mesmos, como o Bieber naquela canção, mas parece mal e as crianças podem perceber.

(já agora… parece que o rai’s parta dos exames do 4º ano não fizeram assim tão mal às criancinhas…)

math-student-achievement-infographic-grade-4

Anúncios

4 thoughts on “Enviesamentos (TIMMS 2015)

  1. Os resultados são bons APESAR das políticas. Basta observar a linha de acção dos ministros anteriores referidos: ambos privilegiaram os resultados imediatistas (MLR o sucesso estatístico, NC o sucesso examo-martelado), desprezando os processos e o incremento da sua qualidade (aquilo que poderá fornecer resultados verdadeiramente consistentes e duradouros), ou não tivessem eles depauperado até onde puderam o ensino público e os seus agentes.

  2. Sobe dois lugares a Matemática e desce 13 a Ciências e claro que o Guinote louva o Crato, na linha PSD.
    E onde é que o homem atribui resultados à actual equipa? Só mesmo no post do Guinote, para criar ruído. Eu ouvi-o na televisão a dizer que isto se deve também ao que se fez nos últimos anos pela Matemática.
    Ai as desonestidades por todo o lado…

    1. Desonestidade é comentar a situação em Ciências fora do post onde está a imagem em que se afirma que a evolução tem sido acima da média entre 1915 e 2015… mas eu coloco aqui a infografia directamente do site do TIMMS, para que o comentador “honesto” se psosa informar sem ser apenas em telejornais. E se seguir o link também acha as declarações.

      Quanto ao Crato, não o louvo, apenas me parece que a demonização dos exames cai um bocado pela base.

  3. Já agora:

    “No conjunto, afirmou, tanto a subida a Matemática, como a descida dos resultados a Ciências, vêm “reforçar” as apostas da actual tutela seja na flexibilização curricular que está a ser preparada com vista à redução dos programas, como na avaliação externa a outras disciplinas para além do Português e da Matemática. “Temos de pensar se não existe uma correlação entre o estreitamento curricular [promovido por Nuno Crato] e a descida dos resultados a Ciências”, disse ao PÚBLICO.”

    Ou seja, tanto as subidas como eventuais descidas comprovam tudo e mais alguma coisa que se vá fazer…

    O Rui Santos que me explique o que quererá isto significar em termos de seriedade analítica… 🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s